Menu
Busca terça, 18 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Inscrições para vestibular da Federal custam R$ 90

14 setembro 2004 - 07h47

Estão abertas as inscrições para o vestibular mais concorrido do Estado, o da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Os candidatos vão pagar este ano 20% a mais para participar do processo seletivo em relação ao ano passado. A taxa é de R$ 90. Candidatos que ainda não concluíram o ensino médio e que vão fazer as provas só por treino, pagam menos, R$ 60. A universidade oferece neste vestibular 2.540 mil vagas. As inscrições vão até o dia 15 de outubro. As provas serão em dezembro, nos dias oito e nove.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Senador pede a inclusão de frentistas nos grupos prioritários para vacinação contra covid
CONGRESSO NACIONAL
Senador pede a inclusão de frentistas nos grupos prioritários para vacinação contra covid
TRE/MS marca data e Sidrolândia elege novo prefeito em junho
SUPLEMENTAR
TRE/MS marca data e Sidrolândia elege novo prefeito em junho
Neno Razuk solicita recursos a Agraer para compra de equipamentos para produtores
BODOQUENA
Neno Razuk solicita recursos a Agraer para compra de equipamentos para produtores
Com arma de fogo, jovem rouba bar no Jardim Santo André
DOURADOS
Com arma de fogo, jovem rouba bar no Jardim Santo André
Conselho Tutelar alerta famílias sobre sinais que indicam abuso sexual
DOURADOS
Conselho Tutelar alerta famílias sobre sinais que indicam abuso sexual
TACURU
Operação Cupim investiga crime ligado a peculato
BATAGUASSU
Polícia Civil prende jovem foragido da justiça
PESQUISA
Pesquisador do MS ajuda a contar história de soldado da II Guerra
MS
Homem suspeito de atirar em adolescente é preso
DOURADOS
Jovem é detido por porte de droga e resistência

Mais Lidas

POLÍCIA
'Apaixonado', rapaz furta objetos na PED para ser preso e reencontrar marido
CLIMA
Frio mais intenso do ano é previsto para esta semana em Dourados
REGIÃO
Mulher mata o marido a facadas após discussão em MS
FEMINICÍDIO
Mulher é encontrada morta com golpe de faca no pescoço na região do João Paulo II