quinta, 22 de fevereiro de 2024
Dourados
24ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
SUPERAÇÃO

"Iniciei a faculdade ao 66 anos e hoje já estou no segundo curso", ressalta idosa formada pela UEMS

10 fevereiro 2024 - 11h00Por Da Redação com Assessoria UEMS

A Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) inicia o ano com as cerimônias de colação de grau de centenas de alunos, em suas 15 unidades universitárias. Os primeiros eventos estão ocorrendo em Dourados, nos dias 07, 08 e 09/02, momento em que estão sendo diplomados profissionais de 15 cursos. Entre as graduadas está Emília Ribeiro, de 74, ela recebeu o diploma de licenciada em Letras/Espanhol, nesta quinta-feira (08/02). 

Emília finalizou o curso e já iniciou a licenciatura em Letras/Inglês. Ela falou da experiência que teve neste período como aluna da UEMS e elogiou o corpo docente da Universidade. “No começo parece que vai demorar para acabar, mas agora parece que foi ontem que comecei a fazer o curso. Entrei na UEMS com 66 anos, e estou me formando com 74 anos e já estou na segunda faculdade. É uma emoção, estou muito feliz e desejo essa felicidade para todos”.  

Dona Emília tem uma história de lutas durante a vida, trabalha há 40 anos vendendo bolos, chipas, pães caseiros, doces e outros produtos em comércios e órgãos públicos para manter a casa e educar seus dois filhos, depois da separação do marido.

“Estudei até a quinta série, parei por cerca de 20 anos, voltei e consegui terminar o ensino médio pelo supletivo, queria continuar estudando, mas as condições não permitiam e nisso estou com 66 anos. Sempre foi um sonho fazer o curso de Letras!”, enfatizou Emília.

Sabendo que iria se aposentar em 2015, Emília se planejou, fez curso pré-vestibular desde o início de 2014 e comprou um computador.  Ao longo dos anos foi estudando, vendendo seus pães e bolos e mesmo em meio as dificuldades não desistiu, passou pelo período da pandemia com as adversidades que todos os acadêmicos tiveram e nessa época também perdeu um filho para o vírus. “Gosto muito da UEMS, dos professores e das pessoas, já estou na faculdade de Inglês e daqui a alguns anos quero estar aqui de novo me formando!”, ressaltou.

O reitor da UEMS, Laércio Alves e Carvalho, presidiu as cerimônias e enfatizou que “este é o final de um ciclo para estes formandos e formandas da UEMS, mas também o início de uma nova jornada. É um momento muito especial e só temos uma palavra a dizer: gratidão. Gratidão aos familiares, aos nossos professores, aos profissionais técnicos e principalmente gratidão aos nossos egressos e egressas por escolherem a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul”, disse o reitor.

A vice-reitora, Luciana Ferreira, evidencia que é sempre um momento muito especial para a comunidade acadêmica, que coroa nosso trabalho. “É minha primeira formatura estando como vice-reitora da UEMS. Desejo a estes formandos que eles tenham muitas realizações nas profissões que eles escolheram, muito sucesso e que de fato nossos profissionais façam a diferença na vida das pessoas por onde eles passarem”, apontou Luciana. 

Ramão Palácio Neto, 23 anos, graduando do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária pela UEMS disse estar muito feliz pelo momento da formatura. “Acredito que  Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul me formou não apenas como profissional, mas principalmente como pessoa. Espero representar bem toda minha turma, pois fui escolhido por eles para fazer o juramento”, disse o profissional. 

Inês, mãe de uma formanda do curso de Matemática, destacou o orgulho pela colação de grau da filha. “Orgulho pela perseverança que minha filha teve ao decidir encarar o estudo. Ela teve dificuldades, problemas particulares, mas não desistiu do curso de Matemática. São de Santa Terezinha, distrito de Itaporã”.  Elas moram em um sítio, na zona rural, e a filha teve que, nestes anos cursando matemática, ir de moto até o distrito, pegar um ônibus para ir até a entrada de Carumbé (outro distrito de Itaporã), para ir até Itaporã e de Itaporã pegar outro ônibus para se deslocar até a unidade universitária da UEMS em Dourados.

Bruna Crudi, natural do município de Juti/MS, e que se graduou como bacharel de Direito relata a emoção deste momento, "estou aqui com muito orgulho de ter me formado num curso tão renomado que é o curso de Direito da UEMS de Dourados. Tenho gratidão a Deus, aos meus pais, Estou aqui com minha família celebrando esse momento tão especial. Foram cinco anos de luta, pegando transporte público de Juti a Dourados, as pessoas devem acreditar nos seus sonhos e lutar por isso", informou Bruna.

A UEMS realizará, em 2024, colações de grau em suas 15 Unidades Universitárias. Confira o calendário:


 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem é preso após furto de carro, colisão em muro e furto de moto
IVINHEMA

Homem é preso após furto de carro, colisão em muro e furto de moto

JUSTIÇA ELEITORAL

Julgamento que pode cassar mandato de Sergio Moro começa em abril

Morador de MS é condenado a 17 anos de prisão por atos golpistas
8 DE JANEIRO

Morador de MS é condenado a 17 anos de prisão por atos golpistas

Confederação reforça parceria e destaca referência de MS no vôlei de praia
ESPORTES

Confederação reforça parceria e destaca referência de MS no vôlei de praia

Diretor de trânsito manda taxistas "quebrarem" motoristas clandestinos no pau
RIBAS DO RIO PARDO

Diretor de trânsito manda taxistas "quebrarem" motoristas clandestinos no pau

REGIÃO 

Reitoria manifesta apoio à luta da categoria técnico-administrativa da UFGD

CAPITAL

"Gangue das Mulheres" volta à ativa e duas são presas após furto em loja

STF

Flávio Dino toma posse como ministro do Supremo Tribunal Federal

CORUMBÁ

Bombeiros e Marinha socorrem jovem atacado por queixada no Pantanal

ATOS GOLPISTAS

Valdemar e Torres depõem na PF sobre tentativa de golpe; Bolsonaro se cala

Mais Lidas

TACURU

Servidores são indiciados por desvio de recursos públicos em cidade do interior do MS

DOURADOS

Família procura homem desaparecido desde a manhã desta segunda em Dourados

PROIBIÇÃO

Projeto que veda por mais 5 anos a captura e comercialização do Dourado passa pela CCJR

PARTIDAS DOBRADAS

Operação cumpre mandado em Dourados e mira esquema que movimentou R$ 200 mi em notas frias