Menu
Busca terça, 18 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Índios querem lançar grife para confecção de produtos típicos

09 agosto 2004 - 21h31

Os índios de Mato Grosso deverão lançar até o final do ano uma marca indígena para comercialização de produtos, como roubas, objetos artesanais e jóias. Representantes das nações indígenas Bakairi e Xavante, ambas localizadas próximo a Paranatinga, estiveram reunidos hoje com o superintendente de Políticas Indígenas de Mato Grosso, Idevar José Sardinha, para discutir a questão. "De início, o projeto previa a criação de apenas uma grife para produzirmos roupas com motivos indígenas, mas depois vimos que podíamos expandir o projeto, e, além da grife, resolvemos lançar uma marca para vários produtos", explica uma das idealizadoras do projeto, a estudante de Comunicação Social, Isabel Taukane, da etnia Bakairi. Os índios ainda estão estudando o nome da marca. O objetivo é criar cooperativas nas aldeias indíginas para a confecção dos produtos.A renda obtida com a venda dos objetos será revertida, integralmente, aos próprios índios. As 38 etnias indígenas de Mato Grosso foram convidadas para participar, mas, de acordo com Sardinha, nem todas têm aptidão para o projeto. Mesmo assim, serão os próprios índios que decidirão se vão participar ou não. "Queremos descobrir talentos entre nós, como estilistas e artesãos, por exemplo", explicou Isabel Taukane. Ela lembrou ainda que os modelos/manequins para o primeiro desfile de moda que irá apresentar as novas roupas e produtos devem ser escolhidos nas aldeias, mas antes devem fazer um curso que os prepararão para a nova atividade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Traficantes atacam policiais a tiros e acabam presos com 1,5 t de maconha
FRONTEIRA
Traficantes atacam policiais a tiros e acabam presos com 1,5 t de maconha
TEMPO
Terça-feira de sol com algumas nuvens em Dourados; não chove
CHAPADÃO DO SUL
Motorista tem perna esquerda estilhaçada em explosão de compressor de ar
IstoÉ
Michelle Bolsonaro perde processo e terá de pagar indenização de R$ 15 mil
CAPITAL
Preso, rapaz diz que espancou idoso por ele 'mexer' com sobrinho de 1 ano
UEMS
Mestrado em Educação Científica e Matemática prorroga inscrições até junho
CORUMBÁ
Após assaltar papelaria, ladrão tenta fugir para mata e invade residência
SAÚDE
Diretora do Conselho de Farmácia alerta para uso irracional de medicamentos
Polícia do Paraguai apreende cocaína escondida em chifre ornamental
GOVERNO BOLSONARO
Ocupação irregular na Amazônia cresceu 56% em dois anos, diz instituto

Mais Lidas

POLÍCIA
'Apaixonado', rapaz furta objetos na PED para ser preso e reencontrar marido
CLIMA
Frio mais intenso do ano é previsto para esta semana em Dourados
REGIÃO
Mulher mata o marido a facadas após discussão em MS
FEMINICÍDIO
Mulher é encontrada morta com golpe de faca no pescoço na região do João Paulo II