Menu
Busca segunda, 25 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Índio é espancado e morto em bairro de Campo Grande

25 dezembro 2009 - 09h38

O índio terena Laudelino Miguel, de 41 anos, foi espancado e morto na madrugada desta sexta-feira na região do Vida Nova, bairro localizado ao norte de Campo Grande.

Policiais militares do 9º Batalhão, da região do Nova Lima, foram acionados e encontraram Laudelino caído. Os bombeiros tentaram reanima-lo, mas não conseguiram.

Eles foram informados de que a agressão foi cometida por dois rapazes, não identificados. Há possibilidade de Laudelino ter sido vítima de latrocínio – roubo seguido de morte, porque ele estava apenas com uma pasta vazia.

Está sob investigação uma outra morte ocorrida na mesma região, no Jardim Noroeste, próximo ao complexo penal. Jefferson Correa Cabreira, 37 anos, foi encontrado morto na rua Adventor Divino de Almeida, próximo à esquina com a Nazaré. Populares disseram à polícia que ele costumava tomar medicamentos, mas a causa da morte não foi definida até o momento.



Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Homem é ferido com duas facadas durante briga
TRÁFICO DE DROGAS
Jovem é flagrado transportando drogas em táxi
CLIMA
Semana começa 'gelada' e Dourados tem novo recorde de frio no ano
UNIDADE MÓVEL
Itaporã terá caminhão de apoio ao auxílio emergencial a partir de hoje
BR-163
Traficante é preso com quase 400 quilos de maconha que levaria até SP
ECONOMIA
INSS começa a pagar a 2ª parcela do 13º de aposentados e pensionistas
NOVA ALVORADA
PM apreende roupas e 80 caixas de essência de narguilé contrabandeados
INTERNACIONAL
Estados Unidos proíbem entrada de viajantes que passaram pelo Brasil
UFGD
Seminário Virtual de Engenharia de Alimentos começa nesta 2ª-feira
PONTA PORÃ
Vendaval deixa rastro de destruição em comunidade indígena da fronteira

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Homem morre atropelado por rolo compactador
PANDEMIA
Dourados ultrapassa marca de 100 casos confirmados de coronavírus
MARACAJU
Homem morre após tentativa de fuga e troca de tiros com a polícia
MS-145
Motorista disse não ter visto momento que atropelou e matou ciclista