Menu
Busca domingo, 01 de agosto de 2021
(67) 99257-3397

Indigena invade clube nua para fugir de estupro

17 outubro 2004 - 07h51

Uma indigena de apenas 13 anos de idade, da aldeia Bororo, foi obrigada a invadir o Clube Indaia, completamente nua, nesta madrugada, depois de ter sido agredida por quatro pessoas, provavelmente tambem indios, que estavam com ela em um bar nas proximidades do Dourados Park Hotel. Ela contou aos policiais, depois de ter sido socorrida, que os companheiros do bar tentaram estupra-la, arrancando suas roupas. Ela conseguiu fugir correndo e foi parar no interior do clube, onde acontecia o baile Branco e Preto, um dos mais tradicionais eventos da sociedade douradense.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Comissão Temporária Covid-19 ouve ministro das Comunicações
POLÍTICA
Comissão Temporária Covid-19 ouve ministro das Comunicações
Projeto fixa regras para perfis em redes sociais de pessoas falecidas
CIÊNCIA, TECNOLOGIA E COMUNICAÇÕES
Projeto fixa regras para perfis em redes sociais de pessoas falecidas
EDUCAÇÃO
Cursos gratuitos capacitarão mulheres em situação de vulnerabilidade
Fóssil de dinossauro é encontrado no interior de SP
GERAL
Fóssil de dinossauro é encontrado no interior de SP
Mais um é autuado em três dias por maus tratos ao deixar gado sem alimento
POLÍCIA
Mais um é autuado em três dias por maus tratos ao deixar gado sem alimento
GERAL
Manifestações pelo voto auditável reúnem pessoas e várias capitais
ESPORTE
Em jogo frio, Caxias e Joinville não saem do zero pela Série D
INVESTIGAÇÃO
Exame de corpo de delito no marido de Joice Hasselmann não aponta lesões
POLÍCIA
Polícia Civil cumpre mandado de prisão por pensão alimentícia
OLIMPÍADAS
Com 2ª medalha garantida, boxe brasileiro vive expectativa de recorde

Mais Lidas

PONTA PORÃ
Bilhete ao lado de corpo esquartejado indica próximos "alvos" de criminosos
PARAGUAI
Militares executados na fronteira eram sargentos da FTC
PANDEMIA
Dourados vai liberar acesso a estabelecimentos apenas para pessoas vacinadas
PANDEMIA
Homem e mulher são mais recentes vítimas da Covid-19 em Dourados