Menu
Busca sábado, 15 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Incêndio que matou criança pode ter sido criminoso

07 setembro 2004 - 22h11

Pode ter sido criminoso o incêndio que matou uma criança de quatro meses de vida, nesta noite na aldeia do Bororo em Dourados. Segundo informações de populares dois jovens foram vistos sair correndo de perto da casa quando o fogo começou. A mãe da criança estava na casa com mais seis pessoas no interior da casa deixou o local correndo. A criança não foi retirada e acabou morrendo carbonizada. O Estatuto da Criança e do Adolescente não permite que se divulgue o nome da vítima de nem de sua mãe. O caso deverá ser  investigado pelo Primeiro Distrito Policial. (Antonio Coca)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Seminário online gratuito debate acessibilidade e inclusão digital
DIREITOS HUMANOS
Seminário online gratuito debate acessibilidade e inclusão digital
Dourados confirma mais de 200 novos casos de coronavírus e dois óbitos
PANDEMIA
Dourados confirma mais de 200 novos casos de coronavírus e dois óbitos
Senado vai analisar projeto com novas regras para o licenciamento ambiental
POLÍTICA
Senado vai analisar projeto com novas regras para o licenciamento ambiental
Bandidos invadem fazendas no interior do Estado
REGIÃO
Bandidos invadem fazendas no interior do Estado
INTERNACIONAL
Israel destrói prédio em Gaza que abrigava escritórios de imprensa
ANAURILÂNDIA
Em MS, homem é autuado em R$ 65 mil por degradar área de córrego
TECNOLOGIA
Começa a valer hoje nova política de privacidade do WhatsApp
REGIÃO
Foragido por aplicar golpe de R$ 30 mil em SP é detido no MS
ECONOMIA
Petrobras bate recorde de vendas de diesel S-10
BRASIL
Governo proíbe entrada de estrangeiros em voos provenientes da Índia

Mais Lidas

CORONAVÍRUS
Murilo Zauith passa por reabilitação e segue internado em SP
TRÁFICO DE DROGAS
Chefe do 'Comando Vermelho' e foragido há seis meses é preso em Dourados
DOURADOS
Criança encontrada morta apresentou problemas estomacais uma semana antes
CACHOEIRINHA
Polícia fecha ponto de distribuição de drogas e prende abastecedor