Menu
Busca sexta, 22 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397

Imigrante sem documentação tem direitos trabalhistas, diz TST

21 outubro 2003 - 13h42

O trabalhador imigrante tem direitos trabalhistas, mesmo que não tenha documentação legal ou cidadania reconhecida pelo país de residência, segundo parecer entregue hoje (21) ao presidente do Tribunal Superior do Trabalho, Francisco Fausto, pelo presidente da Corte Interamericana de Direitos Humanos, juiz Antônio Cançado Trindade. O relatório da Corte, sediada na Costa Rica, é resultado de um pedido do México e contraria a jurisprudência vigente na Suprema Corte dos Estados Unidos."Qualquer imigrante não documentado que estabeleça uma relação de trabalho deve ter obrigatoriamente os seus direitos preservados", afirmou o juiz Antônio Trindade, na visita ao TST, ao explicar o parecer sobre os direitos dos Trabalhadores Migrantes Indocumentados. Os direitos trabalhistas não dependem do estatuto de cidadania e têm que ser respeitados.A Corte Interamericana de Direitos Humanos estabeleceu ainda que não é suficiente, para um imigrante que trabalhe ilegalmente em um País e que esteja às vésperas da deportação, ser ouvido por uma autoridadeadministrativa, como ocorre no caso norte-americano. Contrariamente ao que prevê a jurisprudência adotada pela Suprema Corte dos EUA, o parecer da Corte Interamericana afirma que o trabalhador tem direito ao juízo natural, de ser ouvido por uma autoridade do Poder Judiciário. "O direito de acesso à Justiça é um direito inerente ao ser humano, independe de seu estatuto migratório", afirmou Antônio Cançado.A publicação foi lançada em setembro último e reuniu, para a sua composição, estudos de legislação de 12 países participantes (entre eles o Brasil), além da contribuição de numerosas Organizações Não Governamentais. A edição do parecer, por sua repercussão, gerou uma mobilização sem precedentes na história da Corte, principalmente por parte das chancelarias do México e da Argentina, as quais, segundo Antônio Cançado, deram respostas bastante positivas ao parecer. No Brasil, só recentemente essa campanha de construção de uma legislação internacional começa a ser difundida na sociedade e os órgãos públicos brasileiros.Francisco Fausto informou o presidente da Corte Interamericana da preocupação que o TST tem tido para com a preservação dos Direitos Humanos. O ministro citou a campanha incansável do Tribunal contra a exploração do trabalho escravo, que incentivou a identificação de um maior número de focos de utilização desta mão-de-obra, e de repúdio ao trabalho infantil."O TST está atento às questões que envolvem discriminação e a exploração de formas hediondas de mão-de-obra", afirmou. No encontro, no gabinete da Presidência, do qual participaram todos os ministros do Tribunal, o juiz Antônio Cançado Trindade foi condecorado com a medalha comemorativa dos 60 anos de criação da CLT e de 62 anos da Justiça do Trabalho.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Técnicos da Iagro monitoram focos de raiva em bovinos na região de Cassilândia
MS
Técnicos da Iagro monitoram focos de raiva em bovinos na região de Cassilândia
Assaltantes roubam tablet de vítima e tentam levar veículo
DOURADOS
Assaltantes roubam tablet de vítima e tentam levar veículo
Inscrições para o Encceja são prorrogadas até 25 de janeiro
BRASIL
Inscrições para o Encceja são prorrogadas até 25 de janeiro
"Boca de fumo" é fechada no Jardim Itália e três são detidos
DOURADOS
"Boca de fumo" é fechada no Jardim Itália e três são detidos
Salariômetro: reajuste salarial ficou abaixo da inflação em dezembro
BRASIL
Salariômetro: reajuste salarial ficou abaixo da inflação em dezembro
EDUCAÇÃO
O Ensino Fundamental do Seu filho para 2021
MS-274
Empresa deve projetar asfalto entre distritos de Dourados por R$ 257 mil
DOURADOS
Prefeito isenta imposto para construção de indústria com investimento bilionário
SAÚDE & BEM - ESTAR
Unimed Dourados lança novo site para beneficiários e cooperados
REGIÃO
Traficante é flagrado com 1 tonelada de maconha em picape guinchada

Mais Lidas

DOURADOS
Segundo corpo encontrado às margens da BR-163 é identificado
VIAGEM SANTA
PF deflagra operação contra tráfico de drogas em empresas de turismo religioso de Dourados
DOURADOS
Um dos corpos encontrados às margens da BR-163 foi quase decapitado
DOURADOS
Alvo da PF, empresário foi preso com armas e fortuna ao sofrer atentado em 2019