quarta, 19 de junho de 2024
Dourados
32ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

ICMS será reduzido para 45 municípios de MS a partir de 2005

04 novembro 2004 - 18h18

Pelo menos 43 prefeituras de Mato Grosso do Sul terão o índice de recebimento do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) reduzido em 2005, conforme recente publicação dos valores adicionados, por meio de resolução da Secretaria de Receita e Controle. A divulgação, que revelou o perfil e a situação econômica dos municípios do Estado, é feita anualmente em cumprimento de norma constitucional e serve para a estabelecer o índice de participação de cada um na arrecadação do ICMS. Muitos dos prefeitos eleitos em 3 de outubro terão dificuldade durante as administrações que começam em janeiro do ano que vem, principalmente se seu município depende exclusivamente dos repasses constitucionais, como ICMS e FPM (Fundo de Participação dos Municípios). Integra o índice de participação dos municípios na arrecadação do imposto os seguintes critérios e percentuais: Valor adicionado (75%), receita própria (3%), extensão territorial (5%), números de eleitores (5%), ICMS ecológico (5%) e uma parte igualitária entre os 77 municípios (7%). De acordo com o advogado tributarista, Alexandre Aguiar Bastos, a extensão territorial e eleitores são valores que pouco se alteram ano após ano. Os demais itens, segundo ele, é que se movimentam de forma representativa, alternada e aleatória na composição. "Os dados publicados são do movimento econômico de 2003, e refletem o perfil mais atualizado da economia da polis, já que valor adicionado é exatamente o resultado dos valores de todas as saídas de mercadorias ocorridas no território municipal deduzido os valores das mercadorias entradas, acrescido dos valores das operações de transporte e telecomunicações", explica Bastos. Ele esclarece que, embora responsável por 75% do cálculo, não é só o valor adicionado que integra a composição do índice de participação, já que a receita própria das cidades também é outro elemento econômico utilizado na regra, responsável por 5% da divisão. "Receita própria é, basicamente, a arrecadação dos tributos municipais, como o IPTU, ISS, ITBI e as taxas e contribuições de competência municipal", acrescenta. As informações foram divulgadas no site O Pantaneiro, de Aquidauana.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Aprovada exigência de certidão criminal negativa para trabalhar com crianças
PROJETO

Aprovada exigência de certidão criminal negativa para trabalhar com crianças

Em reunião com setor, ministros recebem sugestões para o Plano Safra 2024/2025
AGROPECUÁRIA

Em reunião com setor, ministros recebem sugestões para o Plano Safra 2024/2025

Bombeiros são acionados para atender ocorrência de incêndio na região da BR-463
DOURADOS

Bombeiros são acionados para atender ocorrência de incêndio na região da BR-463

Inscrições abertas para Prêmio Braztoa de Sustentabilidade 2024
GRAMADO

Inscrições abertas para Prêmio Braztoa de Sustentabilidade 2024

Desenrola Pequenos Negócios renegocia R$ 1,25 bilhão até 12 de junho
ECONOMIA

Desenrola Pequenos Negócios renegocia R$ 1,25 bilhão até 12 de junho

BRASIL

Ministro do Turismo diz que PEC das Praias tem pontos positivos

REGIÃO

Veículo carregado com quase 800 quilos de maconha é apreendido em Maracaju

BR-463

Homem é preso com droga escondida em garrafa térmica

CAPITAL

Reincidente, mulher é presa comandando "boca" de fumo

TRÁFICO

Mulher que seguia com droga em ônibus para o Espírito Santo é presa

Mais Lidas

INFORME PUBLICITÁRIO

Escola de Dourados conquista o 1° lugar do estado no Enem e a 2ª melhor colocação do Brasil

CENTRO DE CONVENÇÕES

Festa Junina de Dourados começa nesta semana com shows nacionais e regionais

DOURADOS

Exército diz que pista do Aeroporto será entregue até 30 de junho

NOVA ALVORADA DO SUL

Motorista é preso transportando fios de cobre furtados de canteiro de obras