Menu
Busca terça, 15 de junho de 2021
(67) 99257-3397

IBGE vai realizar o censo agropecuário em 2007

06 junho 2006 - 10h47

Com seis anos de atraso, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) vai realizar um novo censo agropecuário. O último levantamento desse tipo foi realizado há uma década, em 1996. Deveria ter sido atualizado em 2001, mas não houve liberação de recursos. O instituto vai realizar também uma nova contagem da população brasileira, pesquisa que deveria ter sido feita em 2005, mas foi vítima do mesmo problema, restrição orçamentária.Técnicos das 530 agências do IBGE espalhadas pelo país estão reunidos num congresso em Caetés, na região metropolitana de Belo Horizonte, para o planejamento do trabalho de campo que terá início em abril de 2007 e levará quatro meses para ser concluído. As duas pesquisas serão realizadas simultaneamente, mas terão resultados divulgados em separado. A recontagem, até o fim de agosto, e o censo agropecuário, até o fim de 2007." O problema do IBGE não é restrição orçamentária e sim excesso de demanda, ampliação do trabalho " , afirmou ontem o presidente do instituto, Eduardo Nunes, que abriu a reunião com os técnicos das agências. O orçamento de 2006 para pesquisa e custeio (manutenção de equipamentos e prédios) é de R$ 150 milhões, o mesmo de 2005.Para realizar as duas pesquisas - a contagem populacional e o censo agropecuário - o IBGE precisaria de R$ 900 milhões. Foi preciso adequar o trabalho a um orçamento de R$ 538 milhões para 2007. Por isso, a contagem ficará restrita aos municípios com menos de 170 mil habitantes. Capitais e grandes cidades, com população maior, ficarão de fora da pesquisa de campo e terão população atualizada por estimativa. Segundo Nunes, o instituto negocia uma liberação de mais R$ 22 milhões para incluir na lista da recontagem 21 cidades desse grupo de mais de 170 mil habitantes. O objetivo é contemplar Estados onde apenas uma ou duas cidades ficariam de fora do critério da contagem, como o Rio Grande do Norte. Cerca de 80 mil pessoas, incluindo 70 mil entrevistadores temporários, vão trabalhar na pesquisa de campo. Mais de 5,5 mil propriedades rurais e 25 mil domicílios serão visitados. Pela primeira vez, os pesquisadores vão utilizar equipamentos como palm top e IGPS. O presidente do IBGE lembrou que não há informações estatísticas sobre a última década, período em que o agronegócio brasileiro mais cresceu. " Precisamos saber qual é o significado desse crescimento, até para saber a potencialidade do agronegócio " , afirmou. Desta vez, o censo agropecuário incluirá o georeferenciamento das propriedades rurais. A pesquisa, diz Nunes, deverá nortear ações de governo voltadas para o agronegócio, como investimento em logística, e também os planos da iniciativa privada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

INTERNACIONAL
Justiça argentina começa interrogatórios sobre morte de Maradona
Entidades acusam governo federal de perseguir pesquisadores
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Entidades acusam governo federal de perseguir pesquisadores
CAPITAL
Mulher é acusada de agredir e xingar policiais em bairro de Campo Grande
FUTEBOL
Copa América: seleção chega ao Rio de Janeiro para jogo contra Peru
Especialistas criticam ausência de programação de combate ao racismo na EBC
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Especialistas criticam ausência de programação de combate ao racismo na EBC
INTERNET
Pesquisa aponta inacessibilidade de sites culturais
LEGISLATIVO
Câmara aprova isenção de impostos para beneficiários do "Casa Verde Amarela"
IMUNIZAÇÃO
Covid-19: 82% dos indígenas receberam 1ª dose, diz Ministério da Saúde
COVID-19
Estado acolhe flexibilização de medidas em Dourados, mas mantém bandeira "cinza"
ESPORTES
Ministério da Saúde confirma 41 casos de covid-19 na Copa América

Mais Lidas

DOURADOS
Adolescente morre atropelado na BR-163 e condutor foge do local
REGIÃO
Homem é executado a tiros na rodoviária de Nova Alvorada do Sul
DOURADOS
Jovem é encontrado caído em via na área central e estado de saúde é grave
DOURADOS
Homem tem carro furtado depois de ir com quatro pessoas para motel na BR-463