segunda, 22 de abril de 2024
Dourados
24ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Ibama: seminário de capacitação começa hoje na Capital

22 setembro 2003 - 09h10

A Diretoria de Gestão Estratégica do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) inicia, hoje, o Seminário de Capacitação para Servidores Públicos sobre técnicas de planejamento da gestão. A finalidade do encontro é aperfeiçoar o funcionamento do Ibama e a integração entre seus órgãos descentralizados. O curso vai até sexta-feira e será realizado no Hotel Vale Verde, em Campo Grande (MS), das nove às 12h30 e das 14 às 18 horas.O seminário envolverá os funcionários da sede do Ibama, em Brasília, e da gerência de Mato Grosso do Sul. Participarão os agentes dos seis escritórios regionais do instituto no Estado, do Parque Nacional da Serra da Bodoquena e da Área de Proteção Ambiental das Ilhas e Várzeas do Rio Paraná. A iniciativa vai capacitar os servidores do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis em novas técnicas de planejamento estratégico público e construir, de forma participativa com a sociedade, plano de ação para a unidade do órgão na região. Já foram realizados cursos em Santarém, Marabá e Belém, no Pará, e o próximo será em Porto Alegre (RS).O trabalho faz parte da nova estratégia do órgão frente aos mais diversos contextos ambientais do País. Desde fevereiro deste ano vem sendo desenvolvido o Plano Estratégico Global do Ibama, baseado nas ciências e técnicas de governo, com a metodologia desenvolvida pelo professor Carlos Matus, idealizador da metodologia de planejamento estratégico situacional, voltada especialmente para gestão pública. Desta iniciativa já resultaram o Plano Estratégico Global e o Plano Estratégico do Pará.É a primeira vez que os servidores do órgão serão capacitados em ciências e técnicas de governo para fortalecer o gerenciamento dentro de um universo descentralizado. Outro objetivo é melhorar a integração com os demais órgãos do Sistema Nacional do Meio Ambiente e com a sociedade civil, para o enfrentamento de problemas socio-ambientais.Dessa forma, os funcionários de várias áreas do órgão - unidades de conservação, escritórios regionais e gerências executivas - e da sede do Ibama, terão melhores condições de identificar, processar e enfrentar problemas sócio-ambientais da sua realidade. Os integrantes do curso poderão analisar as restrições políticas dos planos, formular estratégias de construção de viabilidade, de monitoramento e avaliação da gestão por resultados. O diretor da Diget, Leonardo Tinoco, explica que é fundamental aperfeiçoar a capacidade de governabilidade, tanto em órgãos públicos como da sociedade, pois esta é um importante instrumento para o fortalecimento da democracia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

INTERNACIONAL

Oposição no Equador vê derrota de presidente Noboa em referendo

BOXE

Brasil fatura 2 ouros e 3 pratas em 1º evento da Word Boxing

POLÍTICA

Gilmar Mendes determina conciliação em ações sobre marco temporal

Laboratório em campus do IFMS produz materiais para inclusão e acessibilidade
EDUCAÇÃO

Laboratório em campus do IFMS produz materiais para inclusão e acessibilidade

NOVA LEI

Estudo aponta desafios da abertura do mercado de gás natural no Brasil

POLÍTICA

Indígenas prometem seguir lutando por demarcação de terras

MUNDO NOVO

Mestrado em Biodiversidade e Sustentabilidade Ambiental abre inscrições

ECONOMIA

Não houve invasão externa em sistema do Tesouro, diz Haddad

COTAÇÃO

Dólar cai para R$ 5,16 à espera de dados nos Estados Unidos

JUSTIÇA

Ministra mantém indenização de Deltan a Lula por caso de powerpoint

Mais Lidas

DOURADOS 

Jovem baleado na cabeça morre no Hospital da Vida

PORTARIA

Policial preso acusado por violência doméstica em MS é demitido da PRF

CAMPO GRANDE 

Homem confessa que matou mulher e permaneceu com corpo em casa

TRÁFICO

Dois são presos saindo de Dourados com drogas que seriam entregues no Sul do país