Menu
Busca quinta, 25 de fevereiro de 2021
(67) 99257-3397

HU apresenta ao MP projeto para instalação do serviço de urgência

25 agosto 2009 - 14h34

A direção do Hospital Universitário (HU) da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) apresentou na última quinta-feira (20) ao Ministério Público Estadual o projeto para instalação do serviço de atenção de urgência e emergência no município. A proposta atende o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) de fevereiro de 2009 referente ao serviço público de saúde de Dourados em que a prefeitura comprometeu-se a restabelecer a prestação integralmente pública dos serviços de saúde executados no Hospital da Vida, na época ainda denominado de Urgência e Trauma, tão logo o HU tivesse condições de assumir tais serviços.

Baseado na qualificação, na redução e controle de riscos aos usuários e meio ambiente, na humanização da atenção e gestão, a proposta da direção do HU se divide em duas etapas: a primeira é executar os serviços de urgência e emergência no local hoje existente, com cedência da estrutura física e de equipamentos para o HU/UFGD. Além disso, no projeto haverá um convênio com o Estado ou Prefeitura para contratação e cedência com ônus para a instituição de recursos humanos até que haja liberação de vagas para contratação de pessoal pelo Ministério da Educação e Ministério do Planejamento.

A segunda etapa da proposta é a definição de estrutura própria para os serviços, após viabilização e liberação de recursos financeiros federal, estadual ou municipal para reforma e construção do novo setor. “Pretendemos dar continuidade ao atendimento dos serviços 100% disponíveis ao SUS, atendendo a demanda de Dourados e região, mas entendemos que o local onde hoje funcionam os serviços é o melhor lugar. Neste caso ele teria total cobertura do corpo clínico do HU servindo como referência”, enfatizou o diretor administrativo da unidade, Rosemar Hall.

No projeto, o serviço no HU ficaria para recebimento de pacientes encaminhados pelo SAMU, Central de Regulação e pela própria unidade de Urgência e Emergência alocada no centro da cidade. A estrutura no HU, inicialmente, contaria com 70 leitos; 10 leitos de UTI adulto; internações em ortopedia, cirurgia, cardiologia, clínica médica e outras urgências; sala de politraumatizados e ambulatório de urgência geral.

No prazo de 180 dias, a direção do HU deveria apresentar também o projeto técnico-financeiro detalhado para o atendimento dos serviços que hoje são executados pelo Hospital da Vida. Na proposta, mais de R$ 705 mil mensais serão investidos em profissionais, incluindo auxiliares, técnicos, assistentes sociais, fonoaudiólogo, biomédico, enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, psicólogos e médicos em diversas especialidades. Já os custos estimados com medicamentos, material médico hospitalar e de consumo estão orçados em R$ 778 mil mensais, totalizando gastos previstos com a nova unidade de urgência e emergência de R$ 1 milhão e 484 mil mensais.

Pelo TAC, o HU deverá restabelecer a prestação integralmente pública dos serviços de saúde executados no Hospital da Vida no prazo máximo de 24 meses.

UNIDADE MATERNA INFANTIL

A direção do HU também já está com projeto pronto para a construção da Unidade Materna Infantil que abrigará os serviços de ginecologia e obstetrícia do município que hoje são executados no Hospital da Mulher. Os recursos para a obra, no valor de R$ 4 milhões, estão sendo viabilizados pelo Ministério da Educação.

No TAC assinado entre prefeitura, HU e promotorias, o município tem 12 meses para restabelecer a prestação integralmente pública dos serviços de saúde no HM, através do Hospital Universitário, com cessação de toda e qualquer atividade pública na estrutura física e de equipamentos, rescindindo o contrato do Hospital Santa Rosa com a prefeitura.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CHAPADÃO DO SUL
Capataz cai de moto ao sair para trancar porteira e morre no hospital
BRASIL
Bolsonaro entrega projeto que abre caminho para privatização dos Correios
POLÍCIA
Acusado de estupro, vice-presidente da OAB em MS se afasta da função
ECONOMIA
Clientes da Caixa podem acessar serviços do governo pelo aplicativo
TRÊS LAGOAS
Mulher é mantida refém e sofre tentativa de estupro por invasor de casa
MS
Mais de 1,2 mil privados de liberdade realizam o Enem em MS
CRIME AMBIENTAL
Mulher é presa e multada em R$ 2 mil por pescar em local proibido
EMPREGO
Depen suspende provas de concurso público para 309 vagas
CAPITAL
Idoso morre horas após cair quando fazia manutenção em telhado
TECNOLOGIA
Detran/MS agora tem sinal de wi-fi gratuito em agências do interior

Mais Lidas

REGIÃO
Homem é preso após estuprar menina de 11 anos
REGIÃO
Trio de Dourados é preso tentando furtar agência dos Correios de Itaporã
TACURU
Tatuagem ajuda mãe a identificar homem encontrado morto sem a cabeça
BOA AÇÃO
Vítima de golpe, família é ajudada por funcionário de companhia aérea em Campo Grande