Menu
Busca segunda, 21 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Hospital Regional é modelo para Centro-Oeste, diz Zeca

27 maio 2006 - 10h53

O governador Zeca do PT falou neste sábado, na 23ª edição do programa Você e o Governador, a respeito do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, que, segundo ele, “é referência de hospital público no Centro-Oeste”. Quando o Zeca assumiu o governo o hospital possuía quatro especialidades médcas atendendo, hoje, o Regional conta no setor de ambulatório com 45 especialidades médicas.“São atendimentos clínicos, cirúrgicos, com laboratório, serviço de imagem, endoscopia, nutrição, terapia de obesidade infantil, obesidade mórbida e atendimento à gestante de alto risco, ou seja, o hospital hoje tem toda estrutura para prestar, hoje, um serviço de qualidade para população da Capital e também dos outros 77 municípios”, explicou o governador.O diretor geral do Hospital Regional, José Roberto de Almeida e Silva, participou também do programa, segundo ele o hospital era conhecido como um “postão de saúde”. “Quando o governador Zeca assumiu o governo ai passou, realmente, a se tornar em um hospital, tanto em equipamentos quanto em recursos humanos, o investimento foi brutal” afirmou o diretor.Coração - O Hospital Regional está preparado para atendimentos mais sofisticados, como cirurgias cardíacas, ponte de safena, troca de válvula mitral, mas o governador explicou que, junto com a bancada federal, está sendo buscado, junto ao ministério da saúde, para ser credenciado como hospital capacitado para realizar transplante de coração. “Vai ser um passo significativo para o atendimento d demanda da nossa população” disse Zeca.Crise na Santa Casa - O governador também citou a crise que ocorreu no ano passado na Santa casa de Campo Grande, quando o Hospital Regional recebeu a maior parte dos atendimentos que não puderam ser feitos na Santa Casa. Para Zeca, este foi um exemplo da capacidade alcançada com investimentos feitos por seu governo.“Nós fizemos investimentos na medida da necessidade para o hospital cada vez mais melhorar de padrão e melhorar seu conceito perante a opinião pública, quando aconteceu a crise da Santa casa, nós abrimos o hospital regional para atender praticamente todo atendimento de Campo Grande e do interior, fizemos investimentos e pudemos auxiliar a Santa Casa a se recuperar, inclusive apoiando a intervenção da prefeitura” contou Zeca. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Três pacientes aguardam por leitos de UTI Covid em Dourados
SISTEMA DE SAÚDE
Três pacientes aguardam por leitos de UTI Covid em Dourados
IMUNIZAÇÃO
Brasil recebe lote de vacinas da Pfizer pelo consórcio Covax Facility
ESPORTES
Liga das Nações: Brasil termina 1ª fase com vitória e enfrenta Japão
CULTURA
Exposição com obras de Conceição dos Bugres fica no Masp até janeiro
POLÍTICA
Congresso recebe iluminação verde para incentivar preservação ambiental
PANDEMIA
Brasil registra 17,9 milhões de casos de covid-19 e 501,8 mil mortes
POLÍTICA
Vereadores votam LDO da Capital na terça-feira com projeção de R$ 4,669 bilhões
BRASILEIRO
Ceará domina Inter fora de casa, mas duelo acaba empatado
REGIÃO
Jovem é detido por populares após roubar de cerveja em conveniência
ESPORTES
Judô paralímpico do Brasil vai quatro vezes ao pódio na Inglaterra

Mais Lidas

ASSASSINATO
Investigações apontam que mulher foi atraída para o local do crime por proposta de trabalho
VIVAL DOS IPÊS
Com suspeita de latrocínio, mulher é encontrada morta em Dourados
LAGUNA CARAPÃ
Veículo de mulher morta em Dourados é encontrado
REGIÃO
Preso, motorista de Corolla que matou moto entregador nega "racha"