Menu
Busca quarta, 27 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Homem incendeia sala do INSS ao ter pedido de auxílio vetado

02 março 2010 - 08h22

Um segurado do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), revoltado por ter sido negada a continuidade do pagamento de um auxílio-doença, colocou fogo na sala de atendimento da agência em Cascavel, a cerca de 500 quilômetros de Curitiba, no oeste do Paraná. Havia cerca de 80 pessoas no local, entre funcionários e segurados, mas todos conseguiram sair sem que houvesse qualquer ferimento. O segurado que provocou o incêndio, Jacinto Kieds, de 54 anos, foi preso em flagrante.
 
Funcionário de uma empresa de telefonia celular, Kieds estava recebendo R$ 700,00 de auxílio-doença havia algum tempo, sob alegação de inflamação nas vértebras. No entanto, quando foi realizar nova perícia, o médico disse que já estava apto para o retorno ao trabalho. Ele não aceitou essa avaliação e disse que retornaria e, caso fosse negado novamente, o que aconteceu hoje, colocaria fogo no prédio.

"A doença dele não o incapacitava para os atos do trabalho e (o perito) não reconheceu o direito do afastamento para o trabalho. Ele ficou inconformado, ameaçou naquele dia que voltaria e que tomaria as providências dele", disse a gerente executiva do INSS em Cascavel, Cleonice Dariva, em entrevista à Rede Paranaense de Televisão.

No momento em que Kieds chegou à agência com dois galões de 20 litros contendo combustível também havia um caminhão que faz entrega de produtos de limpeza, o que facilitou sua entrada. Ao chegar na sala de atendimento, ele espalhou o combustível e colocou fogo. Foram queimados alguns documentos, equipamentos e móveis. O Corpo de Bombeiros precisou ser chamado para impedir que as chamas se espalhassem. O atendimento na terça-feira dependerá de a perícia técnica liberar o imóvel.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÊS LAGOAS
Empresária paulista perde R$ 50 mil ao negociar compra de sucata
ECONOMIA
Governo Federal libera mais R$ 28,7 bilhões para auxílio emergencial
TRÁFICO
PRF apreende 254 quilos de maconha e prende batedores na fronteira
SUPREMO
Celso de Mello envia à PGR requerimento contra Carla Zambelli
PONTA PORÃ
Motorista não explica procedência de R$ 68 mil e acaba na Polícia Federal
ARTISTA
Pagamento da 1ª parcela do edital “MS Cultura Presente” está disponível
POLÍTICA
Governo vai disponibilizar lista de quem recebeu auxílio emergencial
JUSTIÇA
Após 26 dias presa, mulher que matou marido a facadas ganha liberdade
BANDEIRA TARIFÁRIA
Conta de luz não terá cobrança extra até o fim do ano, informa Aneel
BR-262
Veículo furtado na Bahia é recuperado durante barreira sanitária

Mais Lidas

DOURADOS
Prefeitura estende toque de recolher em 2h em Dourados
PANDEMIA
Dourados tem mais de 150 casos de Covid-19 e secretário diz ser assustadora a crescente na região
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher