Menu
Busca sexta, 29 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Homem é assassinado minutos após sair de delegacia

27 janeiro 2010 - 09h15

O campeiro Anselmo Gabriel, de 40 anos, foi assassinado com três tiros por volta das 17h30 da última  segunda-feira, em Antônio João, cidade localizada na região de fronteira, minutos após deixar a Delegacia da Polícia Civil, onde foi prestar depoimento em um procedimento sobre uma queixa que tinha contra si por calúnia e difamação.

O crime aconteceu no corredor principal do parque de exposições da cidade, onde funciona a sede do sindicato rural. A Polícia Civil já identificou o autor do crime, segundo o delegado Edmilson Holler. Trata-se do idoso Xisto Cervim, 66 anos, que seria funcionário da Funasa (Fundação Nacional de Saúde) naquele município.

A polícia suspeita que o caso seja passional. Há alguns dias, Xisto teria assediado a mulher de Anselmo, que contou o ocorrido ao marido. Anselmo foi tirar satisfações com o acusado. Irritado, Xisto foi à delegacia e prestou queixa contra Anselmo, por supostas calúnia e difamação, pois teria dito que o idoso tinha um caso com sua mulher.

Na segunda-feira à tarde o campeiro foi intimado e compareceu à delegacia com a esposa, onde informou que Xisto o havia procurado para ‘fazer as pazes’ e acabar com a pendenga. O caso de assédio foi confirmado pela mulher de Anselmo, mas ela negou que tivesse algo com o idoso.

Depois de sair da delegacia, o casal se dirigiu ao Sindicato Rural, onde foi tratar de assuntos relacionados a terras que iriam adquirir. Xisto, que reside nas proximidades, viu os dois entrando no parque de exposições e foi atrás. Chamou Anselmo e desferiu-lhe três tiros de revólver, calibre 38, todos no peito.

Após o crime o acusado fugiu. O campeiro foi socorrido ainda com vida e encaminhado ao hospital municipal, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. A Polícia Civil iniciou então uma verdadeira caçada ao funcionário da Funasa, que deverá ser preso nas próximas horas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Comitê diz que Dourados não é epicentro do novo coronavírus e descarta lockdown
LUTO
Morre aos 63 anos o jornalista Gilberto Dimenstein em São Paulo
CLIMA
Mato Grosso do Sul em alerta para tempo seco e baixa umidade relativa do ar
CAMPO GRANDE
Homem condenado a 6 anos por roubo é preso
PANDEMIA
Com crescente número de coronavírus em MS, Dourados ultrapassa 230 casos
DOURADOS
Morte de idosa no HU é descartada para Covid-19
MARACAJU
Veículo com mais de 350 kg de maconha é apreendido seguindo para a Bahia
DOURADOS
Morador faz monitoramento aéreo e ajuda combater a dengue no bairro onde reside
DOURADOS
Prefeitura detalha ter empenhado R$ 5,1 milhões para despesas com o novo coronavírus
TRÁFICO
Polícia encontra mais de 600kg de maconha e skunk em MS

Mais Lidas

PANDEMIA
Dourados é "campeã" de casos de coronavírus em MS pelo 3º dia consecutivo
TRÁFICO
Servidor da Sesai usava veículo oficial para trazer maconha do Paraguai
COVID-19
Curva segue ascendente e Dourados ultrapassa 200 casos de coronavírus
DOURADOS
Após brigar com a ex e decidir dormir na rua, homem é assaltado e agredido