Menu
Busca sábado, 17 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Hoje é dia Estadual de Enfrentamento à Violência Sexual

06 outubro 2005 - 09h50

Hoje, dia 06 de outubro, é o Dia Estadual de Enfrentamento à Violência Sexual de Crianças e Adolescentes. Em Dourados, o programa está em funcionamento desde 2001 oferecendo atendimentos às crianças e adolescentes vítimas de abuso ou exploração sexual.Segundo estatísticas do Programa, o abuso sexual contra crianças e adolescentes é praticado geralmente pelos pais, padrastos, tios, primos, vizinhos e conhecidos. Pouquíssimos são os casos onde o agressor é um desconhecido. A menina é a mais freqüente vítima de abuso sexual, embora se constate um percentual significativo de meninos. A maioria das vítimas está na faixa de 07 a 14 anos mas também há vítimas de idades inferiores.Outro dado não muito divulgado é sobre a violência sexual contra portadores de deficiência que, devido a sua fragilidade, são alvo constante deste tipo de violência. A população indígena aumenta esse contingente de crianças violentadas.Dados sobre exploração sexual em Dourados (Fonte: Programa Sentinela)Casos registrados: 493 casosCasos em atendimento: 77 casosAbuso Sexual: 317 casosExploração sexual: 86 casosAbuso seguido de gravidez: 10 casosPortadores de deficiência física e mental: 06 casosAbuso a indígenas: 33 casosVale lembrar que o Programa Sentinela trabalha em conjunto com as Delegacias de Polícia, Conselho Tutelar, Hospital da Mulher, Centro de Atendimento à Mulher, Hospital Evangélico, Unidades de Saúde e pela comunidade em geral. Denúncias pelo telefone: 0800-647-0444. Se você desconfia que uma criança foi maltratada ou abusada sexualmente, fique atento aos possíveis sinais de violência. Converse com ela, observe seu comportamento em seus mínimos detalhes, sinais como: afastamento, isolamento, tristeza, abatimento, auto flagelação, choro sem causa aparente, masturbação visível e contínua, desconfiança em adultos, principalmente parentes, regressão ao comportamento muito infantil. Esses  são alguns dos sinais de que a criança foi acometida a algum tipo de violência.O programa faz um apelo à comunidade: Denuncie, pois a omissão contribui com o crime. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Bolsonaro confirma que passará por nova cirurgia para corrigir hérnia
CAPITAL
Morre condutor de moto que sofreu acidente com namorada na BR-163
MS recebe neste sábado 338.130 medicamentos do 'kit intubação'
COVID-19
MS recebe neste sábado 338.130 medicamentos do 'kit intubação'
Foragido, sul-mato-grossense é preso com R$ 5 milhões em drogas
PARANÁ
Foragido, sul-mato-grossense é preso com R$ 5 milhões em drogas
SÃO PAULO
Parlamentares invadem Hospital em meio à pandemia de Covid-19
CAPITAL
Homem executado com 60 tiros já foi acusado de homicídio e tentativa
IMUNIZANTE
Azambuja assina carta dos governadores à ONU por mais vacinas
FRONTEIRA
Polícia 'estoura' lava jato que estocava cocaína para facções criminosas
GERAL
Emissão de Certidões Negativas segue disponível no Portal do TJMS
CAPITAL
Passageira de moto morre após veículo colidir com carro em viaduto

Mais Lidas

DOURADOS
Motociclista é preso após passar 'fumando um baseado' ao lado de viatura
CRIME AMBIENTAL
Goiano preso com minhocas terá que pagar multa de quase meio milhão de reais
AMEAÇA DE EXTINÇÃO
Após passar por MS, homem é preso com mudas raras que seriam vendidas na Bolívia
DOURADOS
Funsaud oficializa saída de diretor médico da UPA após denúncia de escala sem plantonista