Menu
Busca sábado, 31 de julho de 2021
(67) 99257-3397

Guerra, fome e doença matam 70 mil no Sudão em sete meses

15 outubro 2004 - 18h26

A guerra civil, as doenças e a fome mataram cerca de 70 mil pessoas no Sudão nos últimos sete meses. O cálculo oficial foi divulgado hoje pela OMS (Organização Mundial da Saúde). Apesar de ser uma das maiores mortandades humanas que se tem notícia --em tão curto espaço de tempo--, a ajuda internacional ao país é pífia. A falta de interesse do mundo na tragédia que está abatendo o Sudão, maior país da África, em guerra civil há quase 50 anos, recebeu críticas da OMS. "Continuamos sem encontrar os recursos necessários para responder de forma adequada [à crise] e reduzir o número de vítimas a um nível aceitável", disse David Nabarro, encarregado da gestão das situações de crise na OMS, durante uma coletiva de imprensa em Genebra (Suíça). Até o momento, as agências humanitárias só receberam a metade dos US$ 300 milhões necessários para ajudar 1,4 milhão de pessoas desabrigadas em Darfur (oeste do país). Cerca de 200 mil pessoas fugiram para a República do Chade, onde a tensão tem crescido, já que as condições são miseráveis. As organizações internacionais têm encontrado dificuldades para entregar mantimentos na região, por falta de segurança. Segundo estimativas da OMS, mais de 10 mil pessoas estão morrendo mensalmente nos campos de refugiados em Darfur. Darfur, Província ocidental do Sudão, é cenário de uma guerra civil e de uma grave crise humanitária. Violência, fome e falta de medicamentos são alguns propulsores da crise na região, cuja população [muitas vezes alheia às disputas diplomáticas e batalhas políticas para pôr fim ao conflito] viu suas necessidades reduzidas à simples sobrevivência.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Hospital do Câncer de Presidente Prudente é credenciado ao SUS
BRASIL
Hospital do Câncer de Presidente Prudente é credenciado ao SUS
PM prende homem com carro adulterado e espingarda calibre 12
MS
PM prende homem com carro adulterado e espingarda calibre 12
BRASIL
PF prende falsificador de cédulas foragido há 5 anos
Prefeitura informa novo recorde de vacinação com 7,6 mil doses em 24 horas
COVID-19
Prefeitura informa novo recorde de vacinação com 7,6 mil doses em 24 horas
PANDEMIA
Covid-19: Espanha libera entrada de voos do Brasil
STF
Ministro Alexandre de Moraes mantém prisão de denunciado por golpes milionários na internet
COVID-19
Anvisa recebe pedido para testes de vacina desenvolvida pela UFMG
JUSTIÇA DO TRABALHO
Carreteiro não será indenizado por dano existencial por jornada exaustiva
FALTOU CHUVA
Julho de 2021 chega ao fim entre os mais secos da história de Dourados
Museu da Língua Portuguesa é reaberto com presença de autoridades

Mais Lidas

ACIDENTE DOMÉSTICO
Após discussão com entregador jovem acaba ferido
PARAGUAI
Militares executados na fronteira eram sargentos da FTC
PONTA PORÃ
Bilhete ao lado de corpo esquartejado indica próximos "alvos" de criminosos
CLIMA
Dourados bate recorde de frio no ano com geada forte