Menu
Busca sexta, 30 de julho de 2021
(67) 99257-3397

Grupo denuncia uso de mina terrestre por guerrilha na Colômbia

25 julho 2007 - 12h09

Os rebeldes colombianos estão plantando números cada vez maiores de minas terrestres em áreas rurais, e crianças e agricultores estão sendo mortos ou mutilados, disse o grupo Human Rights Watch na quarta-feira.
O número de vítimas civis das bombas terrestres na Colômbia subiu de 66 mortos, em 2000, para 314 em 2006, segundo a entidade, que tem sede em Nova York. O número total de incidentes no ano passado foi de 1.107.
O relatório do grupo baseou-se em entrevistas com vítimas e números do governo. Segundo o levantamento, as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) estão aumentando o uso desse tipo de armamento.
"O uso frequente pelos ''guerrilheiros'' de minas terrestres antipessoais, improvisadas com materiais baratos e disponíveis, deixa centenas de civis mutilados, cegos, surdos ou mortos todo ano", afirmou o documento. Das vítimas do ano passado, 66 eram crianças.
O governo colombiano afirma que o país teve o maior número de vítimas de minas terrestres no mundo em 2005 e 2006. Muitas vítimas não registram os incidentes, o que dificulta a totalização. As Farc e o Exército de Libertação Nacional (ELN) usam as minas para manter os soldados e a polícia longe dos acampamentos que usam como cativeiro para reféns, das plantações de coca e de outras posições estratégicas.
A Human Rights Watch pediu às duas guerrilhas que parem de usar armas indiscriminadas como minas terrestres e bombas caseiras feitas com cilindros de gás, que são disparadas como mísseis, mas que não permitem uma pontaria.

Deixe seu Comentário

Leia Também

STF manda PF retomar investigações sobre interferência na corporação
Corrida de aplicativo termina em discussão e agressão em Dourados
DOURADOS
Corrida de aplicativo termina em discussão e agressão em Dourados
NÚMEROS DA PANDEMIA
Mortes por Covid passam de 555 mil; média é menor desde fevereiro
Estudante de Medicina é rendido e sequestrado por dupla armada
COVID-19
Servidores vacinados do judiciário deverão retornar ao trabalho presencial
CRIME AMBIENTAL
Homem é multado em dez mil reais por construção de rancho e área de lazer em área de proteção
PANDEMIA
Dourados vai liberar acesso a estabelecimentos apenas para pessoas vacinadas
CONSEQUÊNCIA
Estudo brasileiros encontra coronavírus na retina de humanos
TRÁFICO
Caminhão boiadeiro que seguia para o Maranhão é apreendido com maconha
PARCERIA
Governador abre diálogo com os EUA para investimentos no Pantanal

Mais Lidas

ACIDENTE DOMÉSTICO
Após discussão com entregador jovem acaba ferido
PEDRO JUAN
'Justiceiros' voltam a atacar na fronteira e matam adolescente
DOURADOS
Motorista que fugiu após atropelar motociclista no centro não possuía CNH
CLIMA
Dourados bate recorde de frio no ano com geada forte