Menu
Busca terça, 18 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Greve dos bancários já atinge 18 capitais

17 setembro 2004 - 15h24

A greve dos bancários entrou no seu terceiro dia de impasse. Os bancários não abrem mão das suas reivindicações, enquanto os banqueiros não têm sinalizado a possibilidade de avançar em sua proposta. De acordo com os sindicalistas, o movimento atingia 18 capitais na tarde desta sexta-feira. Entre as principais estão São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre.Os bancários do Rio promovem nesta tarde assembléia na Cinelândia. Ela será antecedida de uma passeata da categoria na Avenida Rio Branco. Os manifestantes se concentrarão às 16h30, na Candelária.Em São Paulo, os bancários também promovem passeata, na Avenida Paulista. Os manifestantes se concentrarão a partir das 14h no Museu de Arte de São Paulo.Em Porto Alegre, segundo a Confederação nacional dos Bancários (CNB), cerca de 50% das agências dos bancos federais fecharam. Os bancários disseram que houve greve também em Curitiba e em cidades do interior do Paraná. Nesta sexta, Caxias do Sul, Cruz Alta, Osório, Pelotas, Rio Grande, Santa Cruz do Sul, Santo Ângelo, Vacaria e Vale do Caí (Montenegro e região) também integram-se ao movimento no Rio Grande do Sul. No dia 21, mais 13 bases de sindicatos gaúchos reforçam as paralisações. FenabanComo a greve é parcial, a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), recomenda que todas as contas com vencimento durante o período de greve devem ser pagas respeitando a sua data de vencimento. Para realizar os pagamentos, podem ser utilizados pelos correntistas os caixas eletrônicos, os serviços por telefone, e pela Internet. As casas lotéricas também estão funcionando normalmente e podem ser outra opção para o pagamento das contas. A Fenaban manteve a proposta negociada com os bancários na semana passada, de reajuste dos salários de 8,5%, com participação nos lucros de até 80% do salário. Os bancários exigem aumento real de 17,68%, além do repasse de 6,2% da inflação medida no INPC, do IBGE. Eles também querem que a participação nos lucros tenha como limite um salário integral, mais R$ 1.200. De acordo com estimativa da Confederação Nacional dos Bancários (CNB), a paralisação tem mais força nos bancos oficiais, como Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. Estima-se que mais de 50% dos funcionários da Caixa estejam de braços cruzados, enquanto 90% dos trabalhadores do Banco do Brasil estejam na mesma situação. O Banco do Brasil apenas confirmou que houve paralisações parciais de seus quadros em Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre e São Paulo. Segundo a Caixa Econômica Federal, 20% das suas agências no país foram afetadas pela greve. Algumas dessas funcionaram parcialmente.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Com arma de fogo, jovem rouba bar no Jardim Santo André
DOURADOS
Com arma de fogo, jovem rouba bar no Jardim Santo André
Conselho Tutelar alerta famílias sobre sinais que indicam abuso sexual
DOURADOS
Conselho Tutelar alerta famílias sobre sinais que indicam abuso sexual
TACURU
Operação Cupim investiga crime ligado a peculato
Polícia Civil prende jovem foragido da justiça
BATAGUASSU
Polícia Civil prende jovem foragido da justiça
Pesquisador do MS ajuda a contar história de soldado da II Guerra
PESQUISA
Pesquisador do MS ajuda a contar história de soldado da II Guerra
MS
Homem suspeito de atirar em adolescente é preso
DOURADOS
Jovem é detido por porte de droga e resistência
DOURADOS
Deputado expõe falta de política pública para atender comunidade indígena
DOURADOS
Dupla alcoolizada é presa durante racha de veículos
ANÁLISE
O rei Pep Guardiola

Mais Lidas

POLÍCIA
'Apaixonado', rapaz furta objetos na PED para ser preso e reencontrar marido
CLIMA
Frio mais intenso do ano é previsto para esta semana em Dourados
REGIÃO
Mulher mata o marido a facadas após discussão em MS
FEMINICÍDIO
Mulher é encontrada morta com golpe de faca no pescoço na região do João Paulo II