Menu
Busca quarta, 21 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Greve do INSS não afetará pagamento de aposentados

01 junho 2005 - 16h43

A greve por tempo indeterminado dos servidores do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), marcada para começar amanhã, não afetará o pagamento dos aposentados e pensionistas. O pagamento dos beneficiários --que começou hoje-- é feito nas agências bancárias.Segundo a Previdência, o pagamento dos benefícios de maio --que é feito em junho-- liberará R$ 11,311 bilhões para 23,430 milhões de aposentados e pensionistas.Hoje, no primeiro dia do calendário de pagamento, foram pagos os benefícios terminados nos números 1 e 6. Amanhã, receberão suas aposentadorias os aposentados com benefícios terminados em 2 e 6. O calendário prossegue até o dia 7, quando serão pagos os benefícios terminados em 5 e zero.Dos total de benefícios a serem pagos, 8,195 milhões serão depositados em conta corrente e 15,235 milhões serão sacados por meio de cartão magnético. O INSS divulgou hoje uma série de recomendações para ajudar a população a enfrentar a greve da categoria. O INSS tem cerca de 38 mil funcionários no país --quase 8.000 em São Paulo.Segundo o INSS, a paralisação não atingirá os serviços prestados por telefone nem pela internet. O Prevfone, por exemplo, dará informações sobre as agências do INSS que estão fechadas e sobre quais estão prestando atendimento. O serviço funciona de segunda a sábado, das 7h às 19h. A ligação para o número 0800 780191 é gratuita. O site da Previdência também estará no ar. Entre os serviços que podem ser solicitados pela internet está a inscrição de contribuintes, requerimento de auxílio-doença, salário-maternidade para autônomos, facultativos e domésticos, e de pensão por morte para os dependentes do segurado que já recebe benefício do INSS.GreveA principal reivindicação da categoria é a reposição salarial emergencial de 18%, índice correspondente às perdas acumuladas no governo Lula. Além disso, pedem a recomposição das perdas salariais a partir de 1995.O governo ofereceu apenas 0,1% de reajuste, além de R$ 21 de gratificação de produtividade por perícia médica acima da cota diária atual (12 por quatro horas de trabalho, ou 24 por oito horas).A greve de amanhã já havia sido anunciada em abril, quando a categoria realizou uma paralisação de advertência de 48 horas. Na ocasião, os servidores públicos deram até o final de maio de prazo para o governo chegar a um acordo com a categoria. "Como não houve avanços nas negociações, realizamos uma nova plenária no último sábado (28) para referendar a deflagração da greve por tempo indeterminado", disse Miracy Mendes Astun, diretora do Sinsprev (Sinsprev (Sindicato dos Servidores da Previdência Social e da Saúde).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Prefeitura dá início a entrega de Kits Alimentação para mais de 8 mil alunos
DOURADOS
Prefeitura dá início a entrega de Kits Alimentação para mais de 8 mil alunos
Dourados estreia com derrota para o  Comercial no hexagonal
FUTEBOL
Dourados estreia com derrota para o Comercial no hexagonal
Resultados de exames para Covid-19 podem ser acessados sem sair de casa em MS
PANDEMIA
Resultados de exames para Covid-19 podem ser acessados sem sair de casa em MS
DOURADOS
Campanha quer arrecadar alimentos entre pessoas vacinadas contra a Covid
Derrubada ilegal rende multa de R$ 36 mil a fazendeiro
CRIME AMBIENTAL
Derrubada ilegal rende multa de R$ 36 mil a fazendeiro
IVINHEMA
Polícia encontra mais de 800kg de maconha em casa alugada para o tráfico
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 2,5 milhões amanhã
JOGOS DE TÓQUIO
Sorteio define grupos das seleções masculina e feminina de futebol na Olimpíada
DOURADOS
Prefeitura pede apoio do Governo Federal para resolver falta de água potável nas Aldeias
IMUNIZAÇÃO
Estado espera nova remessa de vacinas contra a Covid entre quinta e sexta-feira

Mais Lidas

DOURADOS/ITAPORÃ
Produtor rural morto em acidente na MS-156 voltava de aniversário em pesqueiro
DOURADOS
Perícia não encontra sinais de violência e morte de mulher pode ter sido por causas naturais
DOURADOS
Mãe de menor que organizou festa clandestina com mais de 40 pessoas é presa
TIRADENTES
Comércio, vacinação e bancos; veja o que funciona no feriado em Dourados