Menu
Busca segunda, 17 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Grécia e Turquia se enfrentam em busca de recuperação

07 setembro 2004 - 13h10

Os campeões europeus da Grécia e a Turquia acreditam que a partida entre as duas seleções pode trazer uma injeção de ânimo em uma dos jogos de maior rivalidade das eliminatórias européias para a Copa do Mundo de 2006, na quarta-feira. A Grécia parte em busca de uma salvação imediata após surpreendente derrota por 2 x 1 para a Albânia no jogo de abertura pelo Grupo 2, no sábado. A Turquia, por sua vez, quer se redimir do empate frustrante em 1 x 1 diante da Georgia, em Trabzon, também no sábado. Desde que venceu o campeonato europeu, a Grécia tem feito piadas com os rivais -- - competição que a Turquia nunca sequer conseguiu se classificar. Tão cheio de ingredientes animadores e atrás de pontos para a Copa do Mundo, este será um encontro peculiar entre dois tradicionais vizinhos e rivais políticos. O sentimento para este jogo é de confiança e os jogadores gregos já puderam sentir o sabor da recém-conquistada fama, enquanto treinavam diante de centenas de fãs, assistindo e cantando para os novos campeões europeus. "Com uma vitória sobre a Turquia nós passaremos por cima do jogo contra a Albânia," disse o atacante Zisis Vryzas aos jornalistas após o treino, enquanto Vassilis Tsiartas disse que "as pessoas acreditam em nós e não esqueceram o que fizemos em Portugal." "Nossa vitória virá das pessoas que vimos pela televisão que, de forma apaixonada, compareceu ao estádio," disse o zagueiro Takis Fyssas, acrescentando: "Nós queremos cumprir nossa tarefa por esta seleção que tanto amamos." Para o técnico da Grécia, o alemão Otto Rehhagel, um estrategista do chamado pilar do pragmatismo, as coisas não devem ser levadas para o lado passional. "Nossa vitória em Portugal não importa e o jogo contra a Albânia também não, o que vale são os 90 minutos em campo," afirmou Rehhagel durante entrevista coletiva. "As pessoas não podem pensar que venceremos todos os jogos, não somos os supremos do futebol, arrasando em todos os jogos no mundo inteiro. Cada partida é um desafio e o mais importante é que os jogadores sigam essas instruções." Os gregos vão jogar sem a presença do zagueiro Trainos Dellas, que teve um estiramento na coxa e já deixou a Itália, onde atua no Roma. Nikos Dabizas deve começar como titular, embora tenha atuado mal contra a Albânia, quando foi substituído ainda no primeiro tempo. CONTUSÃO NA COXA A Turquia não vai contar com o meiocampista Hasan Sas, suspenso após ser expulso na partida contra a Geórgia no sábado, mas o zagueiro Servet Cetin se recuperou de uma contusão e poderá começar como titular. Mas o atacante Hakan Sukur não deverá jogar, após reclamar de uma lesão na coxa, durante a partida contra a Geórgia. "Começamos mal, mas fomos capazes de mudar o jogo. Será uma partida difícil, mas nossa intenção é vencer," disse o capitão da seleção Bulent Korkmaz, que deve começar do banco, já que não está totalmente recuperado de uma contusão no joelho. O técnico Ersun Yanal, que assumiu o comando da seleção turca no começo deste ano e enfrentou duras críticas da imprensa local por conta do empate diante da Geórgia, acredita que as lesões prejudicaram o time turco, mas disse estar confiante na capacidade dos outros jogadores de suprirem as ausências. "Será uma partida difícil... mas temos força suficiente para vencer. A equipe sofreu baixas por causa das lesões, mas os substitutos podem lidar bem com essa situação," disse.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CHAPADÃO DO SUL
Motorista tem perna esquerda estilhaçada em explosão de compressor de ar
IstoÉ
Michelle Bolsonaro perde processo e terá de pagar indenização de R$ 15 mil
CAPITAL
Preso, rapaz diz que espancou idoso por ele 'mexer' com sobrinho de 1 ano
UEMS
Mestrado em Educação Científica e Matemática prorroga inscrições até junho
CORUMBÁ
Após assaltar papelaria, ladrão tenta fugir para mata e invade residência
SAÚDE
Diretora do Conselho de Farmácia alerta para uso irracional de medicamentos
Polícia do Paraguai apreende cocaína escondida em chifre ornamental
GOVERNO BOLSONARO
Ocupação irregular na Amazônia cresceu 56% em dois anos, diz instituto
ANTÔNIO JOÃO
Homem é preso por tentar matar adolescente de 17 anos a tiros
REGIÃO
Inscrições para processo seletivo de estágio em Angélica são prorrogadas

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Após discussão, jovem bate veículo em poste e namorada que estava no capô morre
POLÍCIA
'Apaixonado', rapaz furta objetos na PED para ser preso e reencontrar marido
FEMINICÍDIO
Mulher baleada na cabeça pelo ex-marido morre no hospital
REGIÃO
Mulher mata o marido a facadas após discussão em MS