Menu
Busca segunda, 08 de março de 2021
(67) 99257-3397

Grampo indica movimentação de R$ 3,6 mi, revela CPI da Pirataria

20 setembro 2003 - 15h01

Escutas telefônicas feitas pela Procuradoria da República de Brasília revelam que Tânia dos Santos, 35, apontada como a tesoureira do contrabandista de cigarros Roberto Eleutério da Silva, o Lobão, movimentou pelo menos R$ 3,6 milhões em 56 dias.Os grampos mostram, segundo a CPI da Pirataria, um esquema de lavagem de dinheiro, pagamento de fornecedores por meio de contas bancárias de laranjas e evasão de divisas com participação de casas de câmbio. As seis escutas foram feitas em curtos períodos de fevereiro, março, junho e julho. Os valores totalizam R$ 2,1 milhões e US$ 498 mil.Nas conversas, Tânia dos Santos pede a doleiros de três casas de câmbio contas bancárias que poderiam ser usadas para lavar dinheiro ou enviar valores para fora do país, no caso o Paraguai. As contas de laranjas também seriam usadas para efetuar pagamentos.A suposta tesoureira foi presa no dia 3. Com ela, foram apreendidos documentos com balancetes das operações. Apesar disso, Tânia dos Santos negou ontem à CPI conhecer Lobão.Disse que era apenas auxiliar de escritório, mas não soube explicar por que o contrato de aluguel da sede da transportadora Búfalo Branco -empresa que é de Lobão, mas está no nome de um laranja, segundo a CPI- está no seu nome há dois anos.Com respostas irônicas, ela chegou a irritar os deputados. Disse que trabalhava como prostituta na rua depois de deixar a transportadora. A informação, inexistente nos grampos, foi interpretada pela CPI com uma estratégia para desviar a investigação.O soldado da PM Arnaldo Ferracini e o sargento Luiz Carlos Filho, que admitiram serem os responsáveis pela proteção da família de Lobão, desmentiram Tânia dos Santos. Eles disseram que recebiam dela os R$ 36 mil cobrados pelo serviço. Ferracini afirmou que chegou a ver Lobão e Tânia dos Santos juntos.A CPI pretendia ouvir ontem, pela terceira vez, o delegado Ettore Capalbo Sobrinho, do setor de investigações da Delegacia Seccional Leste, mas foi surpreendida com a notícia de sua internação. Ele é suspeito de ter dado a ordem para liberar uma carga apreendida e que era de Lobão.A declaração de internação --na madrugada de ontem--, feita pelo Hospital Albert Einstein e trazida pelo advogado do delegado, sem assinatura de um médico, provocou desconfiança. Policiais federais foram ao hospital. Um atestado médico, feito depois, declarou que o delegado apresentava quadro de hipertensão.Os deputados também querem dados da Polícia Federal sobre o vazamento de informações sobre a operação que terminou na prisão de Lobão.Um dia antes, discos rígidos (HDs) e CPUs de três microcomputadores, que deveriam ter dados sobre o esquema, foram retirados do escritório do contrabandista. Na casa onde ele foi preso foi descoberto um bilhete escrito a mão que o alertava sobre a operação policial.SuspeitaPromotores do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), que investigam a "banda podre" da polícia paulista, suspeitam que seus telefones celulares e particulares foram grampeados ilegalmente.Ontem, o Ministério Público descobriu que o celular de um dos seis promotores do Gaeco foi clonado. Há dois dias, todos passaram a perceber interferências nos sinais dos telefones móveis, típicas de quem está sendo monitorado à distância."A investigação está sendo monitorada, provavelmente por agentes públicos interessados em prejudicá-la", disse o promotor Rodrigo Canellas Dias. O caso será investigado pelo Gaeco e os telefones usados pelos promotores vão passar por uma varredura. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Homem é encontrado morto em quarto de motel
Júri condena mulher por assassinato de pecuarista em suposto triângulo amoroso
MS
Júri condena mulher por assassinato de pecuarista em suposto triângulo amoroso
Ministro entrega Unidade da Mulher e da Criança, mas sem prazo para iniciar atendimentos
DOURADOS
Ministro entrega Unidade da Mulher e da Criança, mas sem prazo para iniciar atendimentos
Com lotação máxima, pacientes da região usam UTI's ainda não habilitadas pelo SUS
PANDEMIA 
Com lotação máxima, pacientes da região usam UTI's ainda não habilitadas pelo SUS
Supremo confirma vigência de medidas sanitárias contra a covid-19
BRASIL
Supremo confirma vigência de medidas sanitárias contra a covid-19
OPORTUNIDADE
Mais de 1,2 mil vagas de empregos estão disponíveis em MS; 170 são para Dourados
SAÚDE & BEM-ESTAR
Os benefícios da musculação para a saúde feminina
DOURADOS
Justiça suspende processo por possível acordo sobre infraestrutura no Pelicano
BRASIL CERTO
No Dia Internacional da Mulher, PSL Mulher lança projeto nacional em Dourados
PANDEMIA 
Em dia de mais cinco mortes por coronavírus, Dourados tem 86 pessoas internadas

Mais Lidas

PONTA PORÃ
Homem é assassinado na região de fronteira e autores deixam recado ao lado do corpo
CENTRO
Douradense é assaltado ao sair de casa para pedalar na madrugada
IMUNIZAÇÃO
Vacinação contra a Covid faz idosos 'amanhecerem' na fila em Dourados
DOURADOS 
Bebê de 9 meses espancado pela mãe é transferido para o HU