Menu
Busca domingo, 17 de janeiro de 2021
(67) 99659-5905

Governo unifica programas sociais e lança o Bolsa Família

20 outubro 2003 - 11h46

O Governo Federal deu início ao processo de unificação dos programas sociais de transferência de renda e lançou, na manhã desta segunda-feira, o Programa Bolsa Família, que deverá beneficiar inicialmente mais de 1,2 milhão de famílias integrantes do Cadastro Único e participantes do Bolsa-Escola, Bolsa-Alimentação e o Cartão Alimentação.  O lançamento ocorre na mesma ocasião em que o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva assina a portaria de criação da Secretaria Executiva do Programa Unificado Bolsa Família, sob a gestão de Ana Fonseca.A Caixa Econômica Federal será o agente operador do Programa, que tem o seu primeiro pagamento já no dia 27 de outubro em todo o país. Serão transferidos inicialmente cerca de R$ 89 milhões por mês para as famílias beneficiárias, por meio dos mesmos cartões magnéticos já utilizados por elas atualmente. O benefício pode ser sacado nos mais de 16 mil pontos de atendimento da CAIXA, como lotéricas, correspondentes bancários do CAIXA Aqui, caixas eletrônicos e agências do banco. O Bolsa Família tem como objetivo combater a fome, a pobreza e as desigualdades sociais, simplificando o acesso aos benefícios pagos pelo governo e aumentando o valor desses benefícios. O valor máximo do benefício será de R$ 95,00 por família, sacado de uma única vez, um valor (em muitos casos) três vezes superior ao que muitas das famílias vinham recebendo dos programas em que estavam cadastradas.  O Bolsa Família vai oferecer dois tipos de benefícios: o básico (fixo) e o variável, que podem ser acumulados ou não. O benefício básico, no valor de R$ 50,00 mensais, será concedido às famílias em situação de extrema pobreza, independentemente do número de membros do grupo familiar. A este poderá se somar o benefício variável, no valor de R$ 15,00, dependendo do número de filhos com faixa etária de 0 a 16 anos incompletos, até o teto de 3 benefícios por família (R$ 45,00). A CAIXA estima que as famílias beneficiadas com o Bolsa Família devam receber em média R$ 75,00, o que já seria mais que o triplo para aqueles que recebem os R$ 7,50 do Auxílio-Gás e mais R$ 15,00 do Bolsa-Escola.  Para famílias que recebem, na totalidade dos programas dos quais já fazem parte, um valor superior ao teto de R$ 95,00 do Bolsa Família, não haverá redução no valor recebido. Quase 54% dos recursos do programa serão pagos a famílias da região Nordeste, principalmente do semi-árido, num total de 656.343 benefícios. O Sudeste vai receber 22,8% dos recursos, com o pagamento de 278.617 benefícios. As famílias da região Sul ficarão com 9,2% (11.962 benefícios); a Norte com 8,8% (107.139); e Centro-Oeste com 5,3% (63.889). No próximo dia 27, o pagamento estará disponibilizado em 3.946 municípios do país. As famílias beneficiadas deverão obedecer às seguintes condições: estar em situação de extrema pobreza, com renda mensal per capita de R$ 50,00; pobres e extremamente pobres, com crianças e jovens entre 0 e 16 anos incompletos, com renda mensal de até R$ 100,00 per capita; todos os membros da família devem participar do acompanhamento de saúde e das ações de educação alimentar promovidas pelos governos federal, estadual e/ou municipal; todas as crianças em idade escolar devem estar matriculadas e freqüentando o ensino fundamental. A intenção do governo é unificar gradualmente todos os programas de transferência de renda hoje existentes, incluindo todas as famílias do Cadastro Único, com a meta de chegar às 11,4 milhões de famílias brasileiras em situação de pobreza (dados IBGE/PNAD). A expectativa da CAIXA é de que até dezembro deste ano, já estejam fazendo parte do Bolsa Fam> ília 3,6 famílias. CADASTRO ÚNICO - O Governo Federal homologou a nova versão do sistema que permite a atualização de dados no Cad. Único. Desde o início de setembro, já é possível aos municípios alterar e/ou fazer a manutenção de informações dos cadastros existentes. Além disso, os gestores estaduais estão sendo treinados para operacionalizar o cadastramento junto aos seus municípios.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TERENOS
Homem é encontrado morto em varanda de residência
MS terá "pacote" de obras de R$ 376 milhões para pavimentação e restauração de estradas
INVESTIMENTO
MS terá "pacote" de obras de R$ 376 milhões para pavimentação e restauração de estradas
DEFINIÇÃO
Inep abre novo prazo para candidatos com Covid pedirem reaplicação do Enem 2020
MINISTRO DA SAÚDE
Pazuello diz que começa a distribuir vacinas às 7h de segunda-feira para todos os estados
CORONAVÍRUS
Distribuição de vacina será acompanhada pelas forças de segurança federais e estadual
MEDIDA
Proibição de corte no fornecimento de água segue até o fim de janeiro na capital
SEU BOLSO
Órgãos de proteção alertam consumidor sobre compra de material escolar
DOURADOS
Morto por descarga elétrica pode ter tentado consertar portão
PANDEMIA
Permanece alta taxa de ocupação de leitos UTI Covid-19 em Dourados
ACIDENTE
Homem morre após sofrer descarga elétrica em Dourados

Mais Lidas

DOURADOS 
Jovem cai de moto e pede ajuda após levar facada
PANDEMIA 
Dourados tem oito mortes por Covid em 24 horas  
OPERAÇÃO
Polícia fecha "boca de fumo" comandada por família no Canaã IV
DOURADOS 
Prefeitura anula 75 das exonerações anunciadas no meio da semana