Menu
Busca domingo, 11 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Governo manda afastar três diretores de Furnas

30 junho 2005 - 15h27

O ministro interino de Minas e Energia, Maurício Tolmasquim, determinou hoje, cumprindo decisão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o afastamento da diretoria da Furnas Centrais Elétricas para que sejam apuradas as supostas irregularidades na estatal mencionadas em entrevista do deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ) publicadas hoje na Folha de S. Paulo. Com isso, durante as investigações, Dimas Fabiano Toledo, Rodrigo Botelho Campos e José Roberto Cesaroni Cury ficarão afastados de suas funções, informou o governo. A assessoria de imprensa de Furnas divulgará ainda hoje uma nota sobre as denúncias. Também hoje, o presidente Lula determinou a abertura de inquérito pela Polícia Federal para apurar as denúncias. "O ministro Márcio Thomaz Bastos, cumprindo determinação do presidente da República, solicitou ao Departamento de Polícia Federal a imediata abertura de inquérito para apurar denúncias na empresa estatal Furnas", informou o Ministério da Justiça. O ministro Waldir Pires, da Controladoria Geral da União, afirmou que também deverá ser aberta uma sindicância para apurar as denúncias em Furnas. "Obviamente uma sindicância imediata se faz necessária, provavelmente com o afastamento imediato dos responsáveis pelo exercício de suas funções", disse o ministro após lançamento no Palácio do Planalto de um pacote de medidas de combate à corrupção. O deputado Roberto Jefferson, presidente licenciado do PTB, voltou a fazer denúncias por meio do jornal à Folha de S.Paulo nesta quinta-feira. Ele aponta um esquema de desvio de dinheiro em Furnas que lhe teria sido descrito pelo diretor de Engenharia da estatal, Dimas Toledo. De acordo com Jefferson, Dimas lhe afirmou que dos R$ 3 milhões que "sobravam" por mês em Furnas, 1 milhão de reais iria para o PT via o tesoureiro Delúbio Soares, R$ 1 milhão iria para o PT de Minas Gerais, 500 mil para a diretoria de Furnas e 500 mil reais para um grupo de deputados que teria trocado o PSDB por partidos aliados ao governo Lula. Jefferson afirmou ainda na entrevista, concedida na terça-feira, que relatou o caso ao então ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu. O deputado depõe nesta tarde na CPI dos Correios.

Deixe seu Comentário

Leia Também

São Paulo fará blitz educativa contra a covid-19
PANDEMIA
São Paulo fará blitz educativa contra a covid-19
Homem é assaltado na Avenida Marcelino Pires
DOURADOS
Homem é assaltado na Avenida Marcelino Pires
POLÍCIA
Jovem denuncia motorista de aplicativo por se masturbar durante corrida
Com leitos de UTI lotados, Dourados chega a 360 mortes por coronavírus
PANDEMIA
Com leitos de UTI lotados, Dourados chega a 360 mortes por coronavírus
PMA de Dourados fecha serralheria por emissão de sons acima do previsto em lei
FISCALIZAÇÃO
PMA de Dourados fecha serralheria por emissão de sons acima do previsto em lei
PANDEMIA
Vinte e seis pacientes aguardam vagas em leitos de UTI em Dourados
PANDEMIA
Covid-19: pessoas já infectadas devem esperar um mês antes de vacinar
DOURADOS
Assaltante atira contra jovem para roubar e acerta Kombi estacionada
ECONOMIA
Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em março
JARDIM
Lava-jato é interditado e proprietário autuado por jogar efluentes sem tratamento na rua

Mais Lidas

DOURADOS
Motociclista tem suspeita de fratura nas pernas após ser atingido por carro
VILA INDUSTRIAL
Veículo é destruído pelo fogo em Dourados e ocupantes saem ilesos; veja vídeo
RESGATE
Menina estava brincando com irmãos e avó quando se afogou no Rio Dourados
HOMICÍDIO
Jovem é morta com tiros de escopeta em Itaporã