quarta, 26 de janeiro de 2022
Dourados
37°max
27°min
Campo Grande
34°max
23°min
Três Lagoas
37°max
24°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Governo Lula tem a pior avaliação desde posse, diz CNT

21 outubro 2003 - 12h37

O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve sua pior avaliação desde o início do mandato, em janeiro. Segundo uma pesquisa do Instituto Sensus encomendada pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT), realizada em outubro, a avaliação positiva caiu de 48,3%, em agosto, para 41,6%, em outubro. Já a negativa subiu de 10% para 12,3%. O índide de pessoas que consideram o desempenho regular aumentou de 38,6% para 42,3% este mês. A aprovação do desempenho pessoal do presidente também caiu, passando de 76,7% para 70,6%, enquanto a desaprovação subiu de 16,2% em agosto para 20,8%. A pesquisa revela também que a maioria dos entrevistados (81,5%) acredita que os impostos no país são altos e que os recursos não são bem utilizados. Quase metade disse desconhecer a reforma tributária. O desarmamento, que também foi questionado pela pesquisa, é aprovado por 74% das pessoas. Na opinião do presidente da CNT e vice-governador de Minas Gerais, Clésio Andrade (PL), a queda pode ser explicada por um conjunto de fatores, como a demora na aprovação das reformas e uma percepção de que o atual governo pode seguir um caminho muito parecido com o anterior. "A avaliação ainda é alta. Provavelmente esta queda significativa se deve à morosidade das reformas, ao episódio Benedita e também ao fato de que as pessoas já começam a raciocinar em relação ao governo passado e ver que tudo pode ir caminhando para o mesmo lado", disse Andrade. O "episódio Benedita" se refere à viagem à Argentina, com recursos públicos, da ministra da Assistência Social, Benedita da Silva, para participar de um ato religioso, de caráter pessoal. "Há uma tendência de queda, a não ser que haja resposta. A população não vê muitas respostas, como na questão do emprego e a própria recessão", acrescentou Andrade. A margem de erro da pesquisa é de 1 ponto percentual na faixa até 10% e acima de 90%. Na faixa de 10% a 30% e de 70% a 90%, ela é de 2 pontos. De 30% a 70%, a margem é de 3 pontos. O Instituto Sensus entrevistou duas mil pessoas entre os dias 15 e 17 de outubro em 195 municípios das cinco regiões brasileiras.    

Deixe seu Comentário

Leia Também

JARDIM NOROESTE

Morre em hospital homem que foi esfaqueado no peito pela esposa

JUSTIÇA

Roberto Jefferson é condenado a indenizar Manuela D'Ávila em R$ 10 mil

Devendo para agiotas, gerente comercial está desaparecido há 24 horas
SUMIÇO

Devendo para agiotas, gerente comercial está desaparecido há 24 horas

RELATÓRIO

Brasil piora duas posições no ranking de corrupção e fica em 96º lugar

TRÊS LAGOAS

Com carro furtado, radialista derruba portão e invade pelotão da PM

PANDEMIA

Com aumento de casos, Mato Grosso do Sul abre leitos de UTI Covid

COSTA RICA

Horas antes de morrer, enfermeira comemorou 'retorno para casa'

BLOCO ECONÔMICO

OCDE formaliza convite para início da adesão do Brasil à organização

LAGUNA CARAPà

Mulher clica em e-mail, tem conta do pai hackeada e perde R$ 90 mil

MERCADO FINANCEIRO

Dólar cai para R$ 5,43, com fluxo estrangeiro para países emergentes

Mais Lidas

NOVA ANDRADINA

Mulher sai para pedalar e é encontrada morta com sinais de estupro

DOURADOS

Durante confusão, jovem tenta dar facada na ex e acerta a mãe

VIOLÊNCIA

Por ciúmes, mulher destrói carro e agride ex em Dourados

DOURADOS

Acidente deixa policial em estado grave e motorista é preso por embriaguez