Menu
Busca segunda, 08 de março de 2021
(67) 99257-3397

Governo libera verbas e FGTS a atingidos por ciclone

30 março 2004 - 09h00

O governo federal vai liberar R$ 2,4 mil às famílias atingidas pelo ciclone Catarina, que atingiu parte do litoral Sul do Brasil, na madrugada de domingo, para que elas possam reconstruir ou recuperar as casas atingidas pelos ventos. A informação é do secretário nacional da Defesa Civil, coronel Jorge Pimentel. Além disso, os atingidos também poderão sacar recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). O ciclone, com ventos de até 150 km/h danificou cerca de 33 mil residências nos litorais gaúcho e catarinense. Em Santa Catarina, 1.680 pessoas estão alojadas em abrigos público ou casas de parentes, 14 municípios continuam sem luz, 10 sem água e 11 sem telefone. Dezenove municípios estão em situação de emergência no Estado. O governo catarinense vai liberar R$ 1,3 milhão para a Defesa Civil comprar material de construção para as pessoas que tiveram suas casas danificadas ou destruídas pelo ciclone. Nove pescadores seguem desaparecidos em alto-mar. Ontem, barcos pesqueiros resgataram dois sobreviventes do naufrágio do barco Valio II no litoral catarinense. Outro tripulante da embarcação foi encontrado morto no início da tarde. O Valio II, com seis pessoas a bordo, e o pesqueiro Antônio Venâncio, com sete, ambos de Itajaí (SC), afundaram devido ao ciclone. O ajudante-de-mestre Ricardo da Silva foi localizado pelo barco Dom Isaac IV a 14 quilômetros de onde os naufrágios ocorreram, a cerca de 30 quilômetros ao sul de Laguna. Com um colete salva-vidas, ele ficou 33 horas à deriva na água, conforme o jornal Zero Hora. Ricardo é irmão de Luciano da Silva, resgatado no domingo. A cerca de dois quilômetros ao sul de onde Ricardo foi encontrado, o pesqueiro Aquarela I encontrou o outro tripulante, identificado como Amilton Antônio da Rosa. Os pescadores foram atendidos, receberam alimentação e roupas no navio-patrulha Benevente, do 5º Distrito Naval de Rio Grande. Ricardo sofreu escoriações e ferimentos leves, e Amílton, até as 18 horas, continuava em estado de choque. O corpo de Márcio Correa da Silva foi localizado junto aos destroços do Valio II, pelo barco James V, e levado ao Benevente. No final da tarde, ele removido de helicóptero para Laguna, em Santa Catarina.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia fecha entreposto de drogas e apreende de 4 toneladas de maconha
PONTA PORÃ
Polícia fecha entreposto de drogas e apreende de 4 toneladas de maconha
REGIÃO
UEMS divulga lista de inscritos no processo seletivo permanente
Após tentativa de suicídio, PRF apresenta quadro de saúde estável
POLÍCIA
Após tentativa de suicídio, PRF apresenta quadro de saúde estável
BENEFÍCIO
Novo auxílio emergencial ficará entre R$ 175 e R$ 375, diz Paulo Guedes
Com queda nos preços da batata e do tomate, valor da cesta básica tem recuo em fevereiro
DOURADOS
Com queda nos preços da batata e do tomate, valor da cesta básica tem recuo em fevereiro
CAPITAL
Acusado de matar gêmeos com 13 tiros em quitinete é reconhecido e preso
DOURADOS
Adjunto é nomeado superintendente da Fundação de Administração Hospitalar
EDUCAÇÃO
Pré-selecionados do Prouni têm até sexta para comprovar informações
ECONOMIA
Dólar fecha cotado a R$ 5,77, após anulação de condenações de Lula
MATO GROSSO DO SUL
Em reunião com prefeitos, SES apresenta quadro assustador sobre a pandemia

Mais Lidas

PONTA PORÃ
Homem é assassinado na região de fronteira e autores deixam recado ao lado do corpo
CENTRO
Douradense é assaltado ao sair de casa para pedalar na madrugada
IMUNIZAÇÃO
Vacinação contra a Covid faz idosos 'amanhecerem' na fila em Dourados
DOURADOS 
Bebê de 9 meses espancado pela mãe é transferido para o HU