terça, 09 de agosto de 2022
Dourados
16°max
12°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
MS

Governo estuda ampliar o Mais Social em 50% e permitir a compra de gás

08 dezembro 2021 - 14h40Por Gizele Almeida

O governador Reinaldo Azambuja anunciou nesta quarta-feira (8) que estuda ampliar o benefício pago pelo Mais Social em 50%. Hoje, o programa concede R$ 200 mensais para famílias carentes comprarem alimentos e produtos de higiene pessoal. A intenção é aumentar o valor para R$ 300, além de permitir a compra de gás de cozinha.

“Queremos ampliar e permitir poder comprar o gás de cozinha, que subiu muito. As pessoas, às vezes, têm que optar por comprar o gás ou o alimento. Então, se colocarmos mais R$ 100 no cartão, as pessoas vão permanecer comprando o alimento e poder ter o gás de cozinha, importante para fazer a comida”, anunciou Reinaldo Azambuja em entrevista à Rádio CBN Campo Grande.

Segundo ele, a equipe técnica do Governo analisa qual a forma legal para ampliar o benefício, se será preciso formatar uma nova lei ou não. A nova medida deve ser colocada em prática no ano que vem.

Lançado em 2021, o Mais Social combate a vulnerabilidade e insegurança alimentar da população carente de Mato Grosso do Sul. Atualmente cerca de 60 mil famílias das 79 cidades do Estado, inscritas no CadÚnico, são atendidas pelo programa. A meta é chegar a 100 mil.

Equilíbrio econômico e fiscal

Também em entrevista à CBN Campo Grande, Reinaldo Azambuja destacou o equilíbrio das contas públicas e a capacidade fiscal do Governo do Estado na manutenção dos investimentos. “Somos um Estado viável economicamente”, pontuou.

Ele lembrou que neste ano foi lançado o pacote “Retomada MS”, que aplica mais de R$ 1 bilhão em investimentos para mitigar os efeitos da pandemia de covid-19 na economia sul-mato-grossenses, em benefício de setores mais afetados, como cultura, turismo, bares e restaurantes.

“Também estamos com grandes investimentos no servidor público, apresentamos projetos de melhoria de várias carreiras e de reajuste linear de 10% para todos. Nosso grande legado será a recuperação da capacidade fiscal do Mato Grosso do Sul. Somos hoje o segundo estado com melhor equilíbrio fiscal e o primeiro em investimento per capita”, pontuou o governante.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CADEIA DE RÁDIO E TV

Fachin cita Lei Eleitoral e barra pronunciamento do Ministro da Saúde

Homem é preso com maconha que seria entregue em Dourados
TRÁFICO

Homem é preso com maconha que seria entregue em Dourados

Socorrido após acidente na MS-162 morre em hospital
SIDROLÂNDIA

Socorrido após acidente na MS-162 morre em hospital

Relações humanas: a ressignificação do conceito de RH
GESTÃO DE PESSOAS

Relações humanas: a ressignificação do conceito de RH

Polícia captura líder de facção que fugiu de penitenciária paraguaia
PARAGUAI

Polícia captura líder de facção que fugiu de penitenciária paraguaia

POLÍCIA

Jovem morre no Hospital da Vida após ser baleado na cabeça

COTAÇÃO

Frigoríficos testam preços menores para o boi

DOURADOS

Após denunciar furto, homem volta para casa e encontra ladrão dormindo

REGIÃO

Bandidos invadem agência bancária e furtam dinheiro de caixa eletrônico

REGIÃO

PMA autua 26 infratores e aplica mais de R$ 600 mil em multas por incêndios

Mais Lidas

BR-376

Lutador de MMA douradense é preso com mais de 40 quilos de cocaína

TRAPALHADA

Ladrão esquece mochila aberta e dinheiro roubado voa durante fuga

Adolescente fica gravemente ferido após caminhonete capotar na MS-141

COXIM

Casal de idosos foi morto por menores que levaram R$ 20