domingo, 23 de janeiro de 2022
Dourados
38°max
24°min
Campo Grande
35°max
23°min
Três Lagoas
39°max
24°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
MS

Governo estuda ampliar o Mais Social em 50% e permitir a compra de gás

08 dezembro 2021 - 14h40Por Gizele Almeida

O governador Reinaldo Azambuja anunciou nesta quarta-feira (8) que estuda ampliar o benefício pago pelo Mais Social em 50%. Hoje, o programa concede R$ 200 mensais para famílias carentes comprarem alimentos e produtos de higiene pessoal. A intenção é aumentar o valor para R$ 300, além de permitir a compra de gás de cozinha.

“Queremos ampliar e permitir poder comprar o gás de cozinha, que subiu muito. As pessoas, às vezes, têm que optar por comprar o gás ou o alimento. Então, se colocarmos mais R$ 100 no cartão, as pessoas vão permanecer comprando o alimento e poder ter o gás de cozinha, importante para fazer a comida”, anunciou Reinaldo Azambuja em entrevista à Rádio CBN Campo Grande.

Segundo ele, a equipe técnica do Governo analisa qual a forma legal para ampliar o benefício, se será preciso formatar uma nova lei ou não. A nova medida deve ser colocada em prática no ano que vem.

Lançado em 2021, o Mais Social combate a vulnerabilidade e insegurança alimentar da população carente de Mato Grosso do Sul. Atualmente cerca de 60 mil famílias das 79 cidades do Estado, inscritas no CadÚnico, são atendidas pelo programa. A meta é chegar a 100 mil.

Equilíbrio econômico e fiscal

Também em entrevista à CBN Campo Grande, Reinaldo Azambuja destacou o equilíbrio das contas públicas e a capacidade fiscal do Governo do Estado na manutenção dos investimentos. “Somos um Estado viável economicamente”, pontuou.

Ele lembrou que neste ano foi lançado o pacote “Retomada MS”, que aplica mais de R$ 1 bilhão em investimentos para mitigar os efeitos da pandemia de covid-19 na economia sul-mato-grossenses, em benefício de setores mais afetados, como cultura, turismo, bares e restaurantes.

“Também estamos com grandes investimentos no servidor público, apresentamos projetos de melhoria de várias carreiras e de reajuste linear de 10% para todos. Nosso grande legado será a recuperação da capacidade fiscal do Mato Grosso do Sul. Somos hoje o segundo estado com melhor equilíbrio fiscal e o primeiro em investimento per capita”, pontuou o governante.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Governador do Rio detalha ações do programa Cidade Integrada
BRASIL

Governador do Rio detalha ações do programa Cidade Integrada

Terceira Turma realizará primeiras sessões de fevereiro por videoconferência
STJ

Terceira Turma realizará primeiras sessões de fevereiro por videoconferência

BRASIL

PDT questiona medidas de desestatização da companhia de saneamento do RS

BRASIL

Mostra de Tiradentes discute mudanças do cinema em meio à pandemia

Distrito Federal inicia vacinação de crianças a partir de 6 anos
COVID-19

Distrito Federal inicia vacinação de crianças a partir de 6 anos

MS

No período de férias, Bombeiros alertam para cuidados durante as trilhas

PANDEMIA

STJ convoca sessão extraordinária do Pleno para discutir retorno das atividades presenciais

COVID-19

Reforço de marca diferente é mais eficaz para vacinados com CoronaVac

BRASIL

Livraria do STF disponibiliza downloads gratuitos de obras

V Concurso Extrajudicial

TJ convoca candidatos para prova escrita e prática no dia 6 de fevereiro

Mais Lidas

REGIÃO

Grave acidente deixa oito mortos em rodovia

DOURADOS

Morto em confronto, além de ser suspeito de morte de menor, tinha extensa ficha criminal

DOURADOS

Dois são flagrados com droga na PED

TRÁFICO DE DROGAS

Cocaína que saiu da região de fronteira do MS é interceptada em SP