Menu
Busca segunda, 08 de março de 2021
(67) 99257-3397

Governo de MS lança amanhã Programa Safrinha 2004

24 março 2004 - 15h05

O governo de Mato Grosso do Sul, através da Secretaria de Desenvolvimento Agrário e Idaterra, em parceria com a Conab, lança amanhã o Programa Especial Safrinha de Agricultura Familiar de 2004.A reunião de lançamento do Safrinha será às 10 horas da manhã, no auditório do Idaterra, no Parque dos Poderes, bloco 12. O principal objetivo do programa é incrementar a renda e a produção de alimentos pelos agricultores familiares sul-mato-grossense, proporcionando melhorias econômicas e conseqüentemente, de qualidade de vida.O cultivo de “safrinha” já é uma prática tradicional em grande parte do território brasileiro, funcionando como uma segunda opção aos agricultores. O plantio ocorre no final do verão, logo após a colheita do primeiro ciclo. As culturas que proporcionam esse segundo cultivo são, em princípio, o milho e o feijão. Esse cultivo permite a otimização do uso do solo e dos nutrientes a ele aportados no ciclo anterior. Além disso, os tratos culturais são minimizados pelo fato que as pragas e doenças dessas espécies têm menor incidência sobre o cultivo nesse período. A realização da “safrinha” proporcionará aos agricultores familiares uma renda extra em sua unidade de produção.Com o Programa Especial Safrinha da Agricultura Familiar - 2004, o Governo de Mato Grosso do Sul demonstra seu apoio aos agricultores familiares do Estado, principalmente aqueles mais descapitalizados e que não teriam outra maneira de viabilizar o plantio de safrinha.Essa ação proporcionará aumento da renda anual dos agricultores familiares, maior produção de alimentos no Estado, otimização do aproveitamento da mão-de-obra e dos recursos naturais.A meta do Programa Safrinha é atingir 3.000 famílias, com a distribuição de 1.600 sacos de sementes de feijão, estabelecendo um pacto com os agricultores para devolução do investimento na forma de produto, para que novos produtores sejam beneficiados. A distribuição vai seguir a proporcionalidade de agricultores familiares segundo as regiões administrativas do Idaterra. As agências regionais de Desenvolvimento Rural do Idaterra em acordo com as organizações dos agricultores familiares definirão os beneficiários. Nesta primeira etapa receberão as sementes os municípios de Anastácio( 16.530 kg), Campo Grande(30.090),Coxim(7.500),Dourados(7.940),Itaquiraí(27.440),Nioaque(21.396), Nova Andradina(17.800),Ponta Porá(5.500) e Três Lagoas (760). 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Jovem é preso ao ser flagrado comercializando drogas em poliesportivo
REGIÃO
Jovem é preso ao ser flagrado comercializando drogas em poliesportivo
Ministro da Educação diz esperar acordo para levar lista tríplice ao presidente
UFGD
Ministro da Educação diz esperar acordo para levar lista tríplice ao presidente
No Dia da Mulher, Neno Razuk ressalta projeto que as favorecem e relembra o exemplo da mãe Delia
LEGISLATIVO
No Dia da Mulher, Neno Razuk ressalta projeto que as favorecem e relembra o exemplo da mãe Delia
CAMPO GRANDE
Homem é encontrado morto em quarto de motel
Júri condena mulher por assassinato de pecuarista em suposto triângulo amoroso
MS
Júri condena mulher por assassinato de pecuarista em suposto triângulo amoroso
DOURADOS
Ministro entrega Unidade da Mulher e da Criança e não dá prazo para início de atendimentos
PANDEMIA 
Com lotação máxima, pacientes da região usam UTI's ainda não habilitadas pelo SUS
BRASIL
Supremo confirma vigência de medidas sanitárias contra a covid-19
OPORTUNIDADE
Mais de 1,2 mil vagas de empregos estão disponíveis em MS; 170 são para Dourados
SAÚDE & BEM-ESTAR
Os benefícios da musculação para a saúde feminina

Mais Lidas

PONTA PORÃ
Homem é assassinado na região de fronteira e autores deixam recado ao lado do corpo
CENTRO
Douradense é assaltado ao sair de casa para pedalar na madrugada
IMUNIZAÇÃO
Vacinação contra a Covid faz idosos 'amanhecerem' na fila em Dourados
DOURADOS 
Bebê de 9 meses espancado pela mãe é transferido para o HU