Menu
Busca quinta, 29 de julho de 2021
(67) 99257-3397

Governo corrige defasagens salariais históricas, diz Raufi

07 dezembro 2004 - 17h47

O governo corrige “defasagens históricas” da maioria das categorias do funcionalismo com o projeto de ajuste enviado hoje à Assembléia Legislativa, observou o secretário de Coordenação Geral do Governo, Raufi Marques, que juntamente com o secretário de Gestão Pública, Ronaldo Franco, esteve na Assembléia Legislativa para protocolar as mensagens do governo.Segundo o secretário de Gestão Pública, os servidores públicos estaduais terão aumento de salário nos próximos dois anos a partir da definição da política salarial com os projetos que estão na Assembléia Legislativa. O grande ganho do funcionalismo hoje, segundo Ronaldo Franco, é a política salarial. “Antes não tínhamos sequer a cultura do pagamento em dia”, observou o secretário. Segundo ele, o que o governo está concedendo agora são ajustes de defasagens e correção do achatamento salarial em algumas faixas nas diversas categorias. “Primeiro vem a correção, que varia de caso para caso. Em seguida, virá o reajuste salarial linear, para todos os servidores”.O governo está propondo correção média de 11,2% a 12%, que terá um impacto de R$ 9,5 milhões na folha de pagamento. Os 18 mil professores da rede estadual terão aumento salarial de 14% a 31,25%. Os policiais civis terão correção de 20% a 60%, concedida em duas fases, nos meses de fevereiro de julho do próximo ano. Para os agentes penitenciários, o Estado está propondo aumento de até 22%.Por outro lado, o governo está pedindo autorização dos deputados para celebrar um acordo com os 7,5 mil policiais militares, que terão correção de 40% a 104% em três etapas (fevereiro e dezembro do próximo ano e janeiro de 2006). Também serão beneficiados os servidores administrativos, com correção de 7%. Os servidores do ensino fundamental e médio terão incremento salarial de 7%.    APn 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Pela primeira vez no ano, Dourados completa três dias sem notificações de morte por Covid
PANDEMIA
Pela primeira vez no ano, Dourados completa três dias sem notificações de morte por Covid
Após causar acidente motorista de caminhonete foge, mas deixa placa cair na rua
DOURADOS
Após causar acidente motorista de caminhonete foge, mas deixa placa cair na rua
Com cinco casos, número de feminicídios cresce em Dourados na pandemia
CRIMES BÁRBAROS
Com cinco casos, número de feminicídios cresce em Dourados na pandemia
'Cancela': cantora de MS chama atenção para relacionamentos abusivos em clipe; assista
MÚSICA POP
'Cancela': cantora de MS chama atenção para relacionamentos abusivos em clipe; assista
Polícia arromba porta de residência para prender homem que ameaçou a ex com faca e machadinha
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
Polícia arromba porta de residência para prender homem que ameaçou a ex com faca e machadinha
BRASIL
Ministério decide cancelar contrato para aquisição da vacina Covaxin
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
Após chegar embriagado em casa, homem agride esposa e é preso
BRASIL
Lei suspende até dezembro cumprimento de meta por prestador de serviço ao SUS
CAPITAL
Casa onde moravam 15 pessoas é destruída por incêndio
REGIÃO
Veículo é apreendido "recheado" com mercadorias contrabandeadas

Mais Lidas

DOURADOS
Acidente no Centro deixa motociclista com fratura na perna e motorista foge
DOURADOS
Drogas e submetralhadora são apreendidos no Idelfonso Pedroso
FRONTEIRA
Casal é executado por "justiceiros" enquanto comemorava aniversário
DOURADOS
Justiça converte em preventiva prisão de jovem que matou adolescente atropelado