Menu
Busca sexta, 26 de novembro de 2021
Dourados
32°max
21°min
Campo Grande
31°max
21°min
Três Lagoas
32°max
23°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Governador de Amambay diz que está marcado para morrer

20 dezembro 2003 - 08h14

Eleito com 42 por cento dos votos dos eleitores do Departamento de Amambay, estado paraguaio que faz divisa com o Mato Grosso do Sul, o economista Roberto Azevedo Quevedo de 38 anos, prometeu em campanha jogar duro contra os traficantes que agem na fronteira Brasil/Paraguai.  Eleito pelo Partido Liberal Radical Autentico, Roberto vem cumprindo a risca o que prometeu em palanque e desde agosto quando tomou posse os narcotraficantes não estão tendo trégua por parte das autoridades. Mas o combate ao crime organizado tem custado caro para Quevedo, que hoje conta com a segurança de pelo menos nove agentes especiais que o acompanham vinte e quatro horas por dia.  O governador disse ao O Estado, que as ameaças de morte que sofreu partem principalmente de traficantes brasileiros e que a Polícia Federal já vem investigando as ameaças. “Levo todas as ameaças a sério, sei que os” narcos “não gostam de perder e no momento a união das autoridades dos dois paises estão vencendo a guerra contra eles”. Nascido e criado em Pedro Juan Caballero, Roberto Quevedo, conhece muito bem a realidade local e o poder do tráfico. Roberto disse que vem tendo todo apoio das autoridades paraguaias e mantêm um bom relacionamento com os brasileiros, o que dá a ele alguma segurança. “Eu estou tranqüilo, mas minha mulher e meus filhos acabam sendo refém de uma situação que eles não criaram”.  Depois de vencer a guerra contra o narcotráfico, Quevedo espera poder vencer outro flagelo que assola a fronteira, a falta de emprego que acaba jogando as famílias para a única atividade que garante um pouco de renda, o plantio e o preparo de maconha para a comercialização.  Na quinta-feira Roberto Quevedo participou do encerramento de mais uma Operação Aliança com a participação de forças especais do Brasil e do Paraguai e até arrancou alguns pés de maconha plantada na região do Chiriguello em Pedro Juan Caballero. (Antonio Coca)

Deixe seu Comentário

Leia Também

TJ/MS
Provas escrita e prática do V Concurso Extrajudicial será em fevereiro
Polícia localiza e recupera caminhonetes e motocicleta roubadas
CORUMBÁ
Polícia localiza e recupera caminhonetes e motocicleta roubadas
IMUNIZANTE
Fiocruz entrega 2,8 milhões de doses da vacina contra covid-19
Veículo locado em São Paulo é encontrado abandonado no MS
CORUMBÁ
Veículo locado em São Paulo é encontrado abandonado no MS
ECONOMIA
PIX para saque e troco começa na segunda; veja como vai funcionar
REGIÃO
Suspeito de romper cadeado e furtar estabelecimento comercial é preso
CAMPO GRANDE
Policial entra em motel, agride esposa a coronhadas e atira contra amante dela
REGIÃO
Prazo para aderir ao acordo direto em precatório termina terça-feira
DOURADOS
A caminho do trabalho, policial flagra indivíduo com mochila furtada
ECONOMIA
Dólar fecha em forte alta com temor do mercado por nova variante da Covid-19

Mais Lidas

ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Jovem é preso após manter relacionamento com menina de 11 anos em Dourados
DOURADOS
Menina diz que mantinha relações sexuais com acusado de estupro desde os 10 anos
CANIS E URANO
PF deflagra operações com alvos em comum e cumpre mandados em Dourados
DOURADOS
TJ revoga ordem para policial pagar pensão à família de homem que matou no cinema