Menu
Busca segunda, 17 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Geraldo Resende quer PMDB liderando reformas

10 fevereiro 2011 - 15h08

Ao lado de outros 12 parlamentares do PMDB, o deputado federal Geraldo Resende participou essa semana em Brasília do lançamento da “Corrente Afirmação Democrática”. Ele é um dos que participaram das primeiras articulações para formação do grupo, que busca resgatar a imagem do PMDB e devolver ao partido a condução dos grandes debates nacionais, como as reformas política e tributária.

Logo após a formalização da corrente, Geraldo Resende e demais integrantes do grupo foram recebidos pelo vice-presidente Michel Temer, que manifestou seu apoio e delegou aos parlamentares a responsabilidade em iniciar os debates em tornos das reformas.

A “Corrente Afirmação Democrática” é integrada, além de Geraldo Resende, pelos deputados Darcísio Perondi (RS), Osmar Terra (RS), Alceu Moreira (RS), Edinho Bez (SC), Mauro Mariani (SC), Ronaldo Benedet (SC), Fábio Trad (MS), Raul Henry (PE), Osmar Serraglio (PR), Reinhold Stephanes (PR), Gastão Vieira (MA) e Ibsen Pinheiro (RS).

“O que nós propomos é que o partido reconquiste espaço político com propostas sobre grandes temas nacionais e não seja visto como uma legenda fisiológica, envolvido apenas na disputa por cargos e espaços no governo”, afirma Geraldo.

Segundo o deputado, entre as bandeiras a serem resgatadas, estão a reforma política, regulamentação da Emenda 29, que trada da aplicação de recursos na saúde pública, reformas tributária e da previdência, além do combate à corrupção.

Michel Temer

Ao receber os parlamentares da “Afirmação Democrática” em seu gabinete o vice-presidente da República manifestou preocupação com a imagem do partido, tripudiado na imprensa nos últimos dias por conta dos problemas em Furnas Centrais Elétricas. “O PMDB também ganhou a eleição e tem o direito natural por cargos. Infelizmente, esse caso maculou o processo. Devo minha vida pública ao PMDB e também devo trabalhar para melhorar a imagem do Partido”, completou.

Michel Temer afirmou que viu a Corrente Afirmação Democrática com alegria. “Vi que este grupo não prega e divisão e sim a agregação. É um grupo propositivo, que vai unir o partido em torno de grandes reformas”. Entre as bandeiras defendidas, estão propostas de reformas política, trabalhista, previdenciária e tributária; regulamentação da Emenda Constitucional 29; choque na educação; defesa das agências reguladoras; e combate à corrupção.

Temer sugeriu que a Fundação Ulysses Guimarães, braço acadêmico do PMDB, participe da organização de debates e seminários. Sugeriu também, a realização de uma primeira reunião com toda a bancada, formada por 79 deputados, ainda em fevereiro, para dar o pontapé inicial na formulação de uma reforma política.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dourados tem 35 pacientes com Covid-19 na espera por vaga pública de UTI
OCUPAÇÃO MÁXIMA
Dourados tem 35 pacientes com Covid-19 na espera por vaga pública de UTI
ECONOMIA
Abono salarial do PIS-PASEP de até R$ 1,1 mil tem calendário unificado
EDUCAÇÃO
Projeto 'Astrominas' oferece vagas para meninas adolescentes em atividades online de ciências
EMPREGO
Processo seletivo da Prefeitura de Maracaju terá salários de até R$ 8,5 mil
EDUCAÇÃO
Prazo para pedir isenção de taxa do Enem começa nesta segunda-feira
POLÍCIA
Foragido da Justiça é preso após agredir namorada adolescente
POLÍCIA
Mulher encontra seus três cachorros envenenados e suspeita de vingança do ex
ESPORTE
Grêmio vence Inter de virada e larga em vantagem na final do Gauchão
ESPORTES
Palmeiras domina o Corinthians, vence em Itaquera e vai à final do Paulistão
POLÍCIA
Homens são flagrados carneando vaca furtada e um deles tenta agredir policial a facada

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Após discussão, jovem bate veículo em poste e namorada que estava no capô morre
POLÍCIA
'Apaixonado', rapaz furta objetos na PED para ser preso e reencontrar marido
FEMINICÍDIO
Mulher baleada na cabeça pelo ex-marido morre no hospital
REGIÃO
Mulher mata o marido a facadas após discussão em MS