Menu
Busca domingo, 07 de março de 2021
(67) 99257-3397

Geraldo propõe Instituto da Mulher e da Criança no HU

24 agosto 2009 - 16h08

O deputado federal Geraldo Resende (PMDB) está propondo a implantação, anexo ao Hospital Universitário (HU) de Dourados, do Instituto da Mulher e da Criança. Para tanto, o parlamentar vai apresentar ao Ministério da Saúde, nesta terça-feira (24) projeto elaborado pela equipe do HU, solicitando a liberação de recursos da ordem de R$ 6 milhões, dos quais R$ 5 milhões serão para a construção e R$ 1 milhão para os equipamentos.

Na semana retrasada, o parlamentar manteve uma reunião com o diretor do HU, Wedson Desidério e com membros do corpo clínico da instituição, discutindo a importância e necessidade dessa nova estrutura acoplada ao Hospital Universitário. Segundo entendimento exposto no encontro, a proposta atende também as expectativas da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), responsável pelo HU.

Na avaliação de Geraldo, a implantação do Instituto da Mulher e da Criança vai representar um grande avanço na questão da saúde pública em Dourados, possibilitando o atendimento de maior complexidade às mulheres e crianças de toda a região.

O deputado entende que a estrutura vai possibilitar, inclusive, o cumprimento de um TAC (Termo de Ajuste de Conduta) firmado entre o Município de Dourados e o Ministério Público, de transferir para o HU o serviço de ginecologia e obstetrícia, hoje prestados pelo Município no prédio alugado do antigo Hospital Santa Rosa.

Na avaliação de Geraldo, a incorporação dos serviços de ginecologia e obstetrícia pelo Hospital Universitário vai possibilitar, além da continuidade do atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS) às mulheres de Dourados e região, a completa formação dos acadêmicos do curso de Medicina da UFGD.

“Com a transferência desses serviços para o HU, o município vai economizar, pois não terá mais que pagar aluguel do prédio e dos equipamentos onde hoje funciona o Hospital da Mulher. Esses recursos poderão ser canalizados para outras atividades da saúde pública, investindo na melhoria salarial dos profissionais da área, compra de medicamentos e equipamentos, entre outras ações”, avalia Geraldo Resende.

Audiência

Além de entregar o projeto do Instituto da Mulher no Ministério da Saúde nesta terça-feira, Geraldo Resende vai aproveitar para marcar uma audiência, nos próximos dias, no mesmo órgão, com a presença do diretor do Hospital, Wedson Desidério e o reitor da UFGD, Damião Duque de Farias para uma discussão mais aprofundada do projeto.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde lança guia alimentar de bolso para menores de 2 anos
SAÚDE
Saúde lança guia alimentar de bolso para menores de 2 anos
Covid-19: mortes ultrapassam 264 mil e casos chegam a quase 11 milhões
BRASIL
Covid-19: mortes ultrapassam 264 mil e casos chegam a quase 11 milhões
Assunção registra violência após resposta à pandemia gerar protestos
INTERNACIONAL
Assunção registra violência após resposta à pandemia gerar protestos
DAC vence o Novo por 3X0, em Campo Grande
DOURADOS
DAC vence o Novo por 3X0, em Campo Grande
Fazendeiro é autuado por exploração ilegal de madeira
AQUIDAUANA
Fazendeiro é autuado por exploração ilegal de madeira
PANDEMIA
Prorrogada situação de calamidade pública em dois municípios
ABERTO DE TÊNIS
Djokovic confirma retorno ao circuito no Aberto de Miami
MATO GROSSO DO SUL
Executivo envia projeto para criar fundação de apoio à pesquisa e à Educação
VÔLEI
CBV divulga calendário das quartas de final da Superliga Feminina
POLÍCIA
Caminhão com pneus do Paraguai foi apreendido pelo DOF durante a Operação Hórus

Mais Lidas

EXECUÇÃO
Executado na fronteira era publicitário e morador em Dourados
PONTA PORÃ
Homem é assassinado na região de fronteira e autores deixam recado ao lado do corpo
SIDROLÂNDIA
Empresário morre em acidente que deixou outros três feridos
FRONTEIRA
Corpo de bebê é encontrado em matagal e enrolado em cobertor