Menu
Busca terça, 20 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Furacão Katrina já se dirige a Mississipi e Alabama

29 agosto 2005 - 15h09

A passagem do furacão Katrina pela cidade de Nova Orleans, Louisiana (EUA), foi menos desastrosa do que o esperado, mas ventos de até 233 km/h abalaram estruturas de prédios, causaram enchentes e romperam partes do teto de um estádio que serve de abrigo para 9.000 pessoas.Autoridades temiam que Nova Orleans, que está a 60 centímetros abaixo do nível do mar e é protegida por um complexo sistema de diques e estações de bombeamento de água, não suportasse o volume das águas, causando inundações gigantescas. As bombas chegaram a parar temporariamente devido à falta de energia, mas logo voltaram ao normal.De acordo com informações dos centros meteorológicos, é possível que tornados isolados ainda atinjam a região.Carro enfrenta enchente no sul de Nova Orleans, após a passagem do furacão Katrina No sul da cidade, a água da enchente chega a três metros de altura. Cerca de 150 pessoas estão isoladas em cima de telhados esperando por socorro. Segundo o prefeito de Nova Orleans, Ray Nagin, a estrutura de mais de 20 prédios foi abalada. O Katrina se dirige agora para Mississipi e Alabama --este último Estado já registra apagões causados pela queda de postes de iluminação derrubados pela força dos ventos. Cerca de 116 mil pessoas estão sem luz.Segundo o mais recente boletim do Centro Nacional de Furacões dos EUA, o Katrina continua perdendo força e já está na categoria 2 [causa danos de médio porte], e seus ventos internos giram em torno de 170 km/h. O furacão agora [após tocar o solo] só tende a perder intensidade, justamente por não receber mais sua força de alimentação --o vapor gerado pela água quente do oceano, de acordo com Ricardo de Camargo, 38, professor de meteorologia da USP (Universidade de São Paulo).Segundo Kathleen Blanco, do governo local, não há situação de perigo no Superdome, pelo menos até o momento. Danos do furacão poderão custar US$ 25 bilhões a seguradoras dos Estados Unidos, segundo informações de empresas do setor.A velocidade dos ventos em Nova Orleans deixou Vieux Carré --um dos bairros mais antigos e pitorescos de Nova Orleans no chamado "quarteirão francês"-- às escuras, depois que fios de alta tensão, que alimentam a parte sul de Nova Orleans, foram arrancados.Até o momento, a chegada do Katrina á região causou a morte de três pessoas, todos idosos que viviam em um asilo em Nova Orleans. Eles morreram neste domingo durante o trabalho de remoção de pessoas para áreas seguras.O Katrina ganhou força neste domingo e levou pânico ao sul do país. O preço do barril de petróleo disparou nesta segunda-feira, passando dos US$ 70 pela primeira vez, por causa da chegada do furacão Katrina à região do golfo do México.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem é preso acusado de cultivar 'maconha gourmet' em contêiner
CAMPO GRANDE
Homem é preso acusado de cultivar 'maconha gourmet' em contêiner
Fila continua e 12 pessoas aguardam leitos de UTI Covid em Dourados
PANDEMIA
Fila continua e 12 pessoas aguardam leitos de UTI Covid em Dourados
Queda de jatinho no aeroporto da Pampulha mata piloto e fere dois
ACIDENTE
Queda de jatinho no aeroporto da Pampulha mata piloto e fere dois
Câmeras de segurança flagram atentado a casa de vereador; veja vídeo
FRONTEIRA
Câmeras de segurança flagram atentado a casa de vereador; veja vídeo
Polícia Civil apreende armas de fogo que seriam negociadas
CAMPO GRANDE
Polícia Civil apreende armas de fogo que seriam negociadas
BR-060
Homem é preso tentando levar quase 250kg de maconha até Goiás
SANGA PUITÃ
Após denúncias, PM apreende veículo com mais de 18 mil maços de cigarro
EDUCAÇÃO
Aprovados em medicina na Uems já podem realizar matrícula a partir desta terça-feira
BOQUEIRÃO
Homem é preso transportando droga que iria pra a Bolívia
ÁGUA CLARA
Mãe de jovem detido por maus-tratos a papagaio e cadela é multada em R$ 9 mil

Mais Lidas

ASSALTO
Mulher tem carro roubado ao parar no semáforo em Dourados
POLÍCIA
Irmãos morrem após serem atropelados por caminhonete em rodovia
LOTERIAS
Mega-Sena premia uma aposta com R$ 40 milhões e 11 douradenses acertam a Quadra
DOURADOS/ITAPORÃ
Produtor rural morto em acidente na MS-156 voltava de aniversário em pesqueiro