Menu
Busca domingo, 18 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Funcionário mata dono de frigorífico em Aquidauana

14 janeiro 2004 - 14h14

O empresário Zbnike Ferzéki, de 49 anos, sócio do Frigorífico Trevo, em Aquidauana, foi morto nesta manhã, por volta de 9h50, atingido por um tiro disparado pelo funcionário dele, o eletricista Hayton Neto de Miranda de 66 anos. Eles teriam brigado na semana passada e o eletricista chegou a registrar queixa de agressão.Segundo a Polícia Militar informou ao site Aquidauanannews, não chegou a haver discussão. O funcionário chegou armado ao frigorífico, foi ao escritório e disparou contra Ferzéki, atingindo-o no peito. Ele morreu antes de ser socorrido no hospital da cidade.Funcionários retiveram o eletricista, que foi entregue à Polícia Civil. Miranda mora em Campo Grande, no bairro Coronel Antonino.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bolsonaro visita cidade de Goiás com Pazuello e causa aglomeração
COLAPSO
Bolsonaro visita cidade de Goiás com Pazuello e causa aglomeração
Jovem com problemas emocionais se despede de familiares e desaparece
CAMPO GRANDE
Jovem com problemas emocionais se despede de familiares e desaparece
PANDEMIA SEM CONTROLE
Brasil ultrapassa 371 mil mortos por Covid; 2.865 mortes em 24 horas
APLICATIVO
Celulares podem ajudar no combate a fraudes em bombas de combustíveis
COXIM
'Descontrolado', adolescente é apreendido por pilotar moto e dar tiros
MOEDA FORTE
Paraguaios aproveitam valorização do guarani para compras no Brasil
Jovem de 19 anos é preso e multado por pescar com petrechos ilegais 
DOSES LIMITADAS
Drive-thru nos Bombeiros neste domingo começa às 8 horas
TRÁFICO
Polícia apreende mais de uma tonelada de maconha em caminhonete furtada 
SAÚDE
Bolsonaro confirma que passará por nova cirurgia para corrigir hérnia

Mais Lidas

DOURADOS
Motociclista é preso após passar 'fumando um baseado' ao lado de viatura
CRIME AMBIENTAL
Goiano preso com minhocas terá que pagar multa de quase meio milhão de reais
AMEAÇA DE EXTINÇÃO
Após passar por MS, homem é preso com mudas raras que seriam vendidas na Bolívia
DOURADOS
Funsaud oficializa saída de diretor médico da UPA após denúncia de escala sem plantonista