Menu
Busca quarta, 04 de agosto de 2021
(67) 99257-3397

Fronteira seca será alvo de combate ao tráfico de mulheres

12 novembro 2004 - 14h05

O Brasil vai começar a mapear o esquema de tráfico de mulheres nas regiões de fronteira seca. Ainda este ano, o ministério da Justiça fará uma pesquisa sobre a questão em parceria com o governo do Rio Grande do Sul. A informação foi dada pela coordenadora do Programa Global de Prevenção ao Tráfico, do Ministério da Justiça, Marina Pereira Pires de Oliveira, ao participar da XII Reunião Especializada da Mulher do Mercosul, no Palácio do Itamaraty. "O projeto piloto ainda não atua nas fronteiras mas a nossa intenção é expandir isso. Como a a gente começou agora, a fronteira é o lugar mais difícil de trabalhar porque o Brasil tem milhares de quilômetros de fronteira seca. E isso é complicado porque a travessia é facílima. Nessas fronteiras tem também o outro lado da moeda, como mulheres da Bolívia que são exploradas no Brasil, principalmente no Mato Grosso do Sul", explicou. Outra pesquisa será realizada no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, onde chegam brasileiras que foram exploradas no exterior. O objetivo é conhecer todo o processo que envolve o tráfico. O programa Global de Prevenção ao Tráfico de Seres humanos foi lançado em outubro e está em fase de montagem de escritórios estaduais de atendimentos às vitimas de exploração.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRIME AMBIENTAL
Usina sucroenergética é multada em R$ 2,550 mi por incêndio em matas
BRASIL
Deputados aprovam texto-base de projeto sobre regularização fundiária
Avião apreendido com cocaína é de piloto do MS preso por tráfico
EDUCAÇÃO
UFGD oferece vagas em disciplinas isoladas em mestrado e doutorado
Mulher é multada em R$ 5 mil por construção de um rancho pesqueiro
MEIO AMBIENTE
Mulher é multada em R$ 5 mil por construção de um rancho pesqueiro
FUTEBOL
Vanderlei Luxemburgo é o novo técnico do Cruzeiro
NOVA ANDRADINA
Polícia apreende 310 quilos de maconha e 16,5 quilos de skunk na BR-376
REGIÃO
Agosto Lilás, lança campanha de enfrentamento à violência doméstica
Arara-canindé morre eletrocutada após bater em fiação de energia
COMISSÃO
Deputados convocam Braga Netto a explicar suposta ameaça às eleições

Mais Lidas

SP
Homem leva menina de 15 anos ao hospital e diz que ela morreu após sexo; polícia investiga
POLÍCIA
Jovem é agredida durante assalto em Dourados
PANDEMIA
Jovem de 21 anos e sem comorbidades é vítima do coronavírus em MS
DOURADOS
Motorista embriagado foge, causa acidente e termina preso