Menu
Busca quinta, 04 de março de 2021
(67) 99257-3397

Fisioterapia da Uniderp realiza projeto em benefício de idosos

25 março 2004 - 09h47

O envelhecimento é um fenômeno natural decorrente de alterações ocorridas no corpo humano, englobando aspectos biológicos, patológicos e psicológicos. A redução da capacidade de adaptação ao meio, limitação dasfunções e lentidão dos movimentos, perda da capacidade cárdio-respiratória, que torna o coração mais lento, e  também suscetibilidade a doenças, são algumas das características principais do envelhecimento. Mato  Grosso  do Sul possui atualmente cerca de 130 mil idosos, desse total 45 mil estão em Campo Grande.Desenvolvido pelo curso de Fisioterapia da Uniderp o projeto de extensão Feliz Idade - Fisioterapia Geriátrica  Preventiva acontece todas às sextas-feiras no Centro de Convivência do Idoso Elias Lahdo, no bairro Monte Castelo.O projeto, coordenado pela professora Sílvia Helena Vanzelli Mariani, é realizado desde 2000 e conta com  aparticipação de cerca de 60 acadêmicos do primeiro e terceiro semestres. "Os acadêmicos do primeiro semestreparticipam do projeto como observadores e os do terceiro participam de todo o processo. Semanalmente, atendemos mais de 50 idosos", diz.As atividades têm o objetivo de evitar alterações decorrentes do envelhecimento, minimizar situações que ocasionem perda da capacidade de independência do idoso, proporcionando maior eficiência nas atividadesdiárias e ainda possibilitar a reintegração ao meio social e o conseqüentemente o aumento da auto-estima.Constam do programa exercícios de aquecimento, flexibilidade e respiração. Sílvia afirma ainda que são realizados monitoramento da pressão arterial, freqüência cardíaca e respiratória antes, durante e após a realização dos mesmos."O objetivo maior do todo o trabalho é instruir o idoso para que seja cada vez menos dependente, e dessa forma tornar o convívio familiar mais agradável, além de torná-lo mais socializado, por meio do integração com os outros pacientes", afirma.Com 64 anos, Armezina Cáceres, moradora da Vila Progresso, semanalmente, atravessa a cidade para participar das aulas. "Preciso tomar dois ônibus para chegar até aqui, mas tenho sentido grandes evoluções em minha saúde.O esforço vale muito a pena", afirma a aposentada que tem problemas na coluna. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Reinaldo decreta luto oficial de três dias pela morte do coronel Adib Massad
CAMPO GRANDE
Reinaldo decreta luto oficial de três dias pela morte do coronel Adib Massad
Homem é preso transportando pacotes de skunk em fundo falso de carro
NOVA ANDRADINA
Homem é preso transportando pacotes de skunk em fundo falso de carro
LEGISLATIVO DE MS
Projeto que pune 'fura-fila' de vacina é aprovado na Assembleia de MS
MS se aproxima de 700 hospitalizados por coronavírus e UTI's/SUS estão lotadas
PANDEMIA 
MS se aproxima de 700 hospitalizados por coronavírus e UTI's/SUS estão lotadas
Intervenções urbanas de música serão realizadas na Praça Antônio João
CULTURA
Intervenções urbanas de música serão realizadas na Praça Antônio João
BRASIL
PF desarticula grupo especializado em tráfico internacional de drogas
REGIÃO
Três são detidos e polícia desarticula rede de comércio de drogas em cidade de MS
PANDEMIA
MS é o estado que mais aplicou as duas doses da vacina contra a Covid-19
LEGISLATIVO DE MS
Estado pode ter lei que assegura os direitos das mulheres que sofram perda gestacional
ESTADO
Aberta seleção de médicos, farmacêutico e técnico de enfermagem para atuação na Agepen

Mais Lidas

DOURADOS 
Vídeo mostra momento da colisão entre veículos em Dourados
NOVA DOURADOS
Colisão entre veículos deixa pessoa gravemente ferida em Dourados
PANDEMIA 
Secretário alerta para nova variante do coronavírus na região da Grande Dourados
TRAGÉDIA
Douradense que morreu em acidente no interior de SP tinha 58 anos