sexta, 28 de janeiro de 2022
Dourados
29°max
21°min
Campo Grande
29°max
21°min
Três Lagoas
30°max
24°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Fetems realiza ato público em frente à secretaria de Educação

29 outubro 2003 - 12h02

A Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) amanhã, a partir das 10 horas, em frente à secretaria estadual de Educação, no Parque dos Poderes, em Campo Grande, o Ato Público por uma Educação Pública de Qualidade e Contra a Municipalização do Ensino Fundamental. A manifestação faz parte de uma série de atividades realizadas em todo o país durante o mês de outubro: a Ciranda pela Educação, que pretende desafiar o Executivo e o Legislativo a colocarem a Educação "no centro da roda", no centro de suas prioridades.Mara Carrara, presidenta da Fetems, explica que, no país, as atividades são coordenadas pela Campanha Nacional pelo Direito à Educação, que representa uma ação articulada de dezenas de entidades de todo o Brasil, incluindo ONGs, sindicatos, universidades, secretários de Educação e organizações estudantis e juvenis. Em Mato Grosso do Sul, a Fetems coordena o Comitê Estadual, que hoje representa os 67 sindicatos municipais de trabalhadores em Educação existentes no Estado.De acordo com a dirigente, estão sendo esperados 350 sindicalistas do interior, além dos profissionais da Educação de Campo Grande, para que participem do ato. Ela esclarece que a partir das 8h30. os manifestantes irão se concentrar na entrada do Parque dos Poderes (acesso pela Av. Afonso Pena) para depois se dirigirem à secretaria de Educação, onde vão ralizar o ato. O secretário Hélio de Lima já avisou que vai receber uma comissão de dez representantes da Fetems.Os dirigentes pretendem entregar um documento ao secretário contendo uma série de reivindicações. As principais solicitações da Fetems referem-se a um maior investimento público na Educação, com aumento progressivo de recursos até alcançar 7% do PIB brasileiro (Produto Interno Bruto) - toda a riqueza produzida, em bens ou serviços, no país. Hoje, os investimentos nacionais com Educação são da ordem de 4,6% do PIB. A Federação também solicita que o Estado destine de fato pelo menos 25% de sua receita líquida em Educação, conforme prevê a Constituição Estadual, e continue investindo no Ensino Fundamental (1ª a 8ª séries).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Proposta eleva para 65 anos a idade de classificação como pessoa idosa
DIREITOS HUMANOS

Proposta eleva para 65 anos a idade de classificação como pessoa idosa

Assaltante que invadiu fazenda e manteve trabalhador rural em cárcere é preso
POLÍCIA

Assaltante que invadiu fazenda e manteve trabalhador rural em cárcere é preso

Fugitivas do presídio de Rio Brilhante podem ter seguido para Ponta Porã
POLÍCIA

Fugitivas do presídio de Rio Brilhante podem ter seguido para Ponta Porã

Dourados se aproxima de 100% em ocupação de leitos de UTI/SUS
PANDEMIA

Dourados se aproxima de 100% em ocupação de leitos de UTI/SUS

POLÍTICA

Justiça Federal arquiva caso do triplex contra ex-presidente Lula

CLIMA

Chuva chega com alerta de tempestade entre hoje e amanhã

REGIÃO

Indivíduo é preso por comercializar animais silvestres com licença irregular

POLÍCIA

Homem é preso com mais de 1 mil comprimidos de ecstasy

ECONOMIA

Taxa média de juros em dezembro registrou 24,4% ao ano

REGIÃO

Jovem é flagrado com contrabando em meio a carga de recicláveis

Mais Lidas

DOURADOS

Homem ostenta em boate, não concorda com valor da conta e vai parar na delegacia

DOURADOS

SIG localiza jovem que estava desaparecida

DOURADOS 

Carro capota após colisão em cruzamento da Monte Alegre

RIBAS DO RIO PARDO

Pai, mãe e filho morreram em colisão entre veículos na BR-262