Menu
Busca sábado, 04 de abril de 2020
(67) 9860-3221

Festival de Cinema da Capital começa quinta-feira

03 janeiro 2004 - 11h30

A partir da próxima quinta-feira, 8 de janeiro, Campo Grande vai entrar no circuito das cidades mais importantes do Brasil para o cinema. O 1º Festival de Cinema de Campo Grande, que acontece entre 8 de janeiro e 9 de fevereiro, vai trazer a Mato Grosso do Sul o que há de melhor e mais representativo da sétima arte.Serão exibidos 33 filmes, entre curtas e longas-metragens nacionais e internacionais. Artistas, cineastas, diretores, produtores culturais, diretores e roteiristas, entre outros, vão estar em Campo Grande assistindo às exibições e discutindo com o público a produção cinematográfica regional, nacional e internacional. O festival é patrocinado pela Caixa Econômica Federal e tem apoio cultural do governo do Estado.“Vamos oferecer excelente festival e aproveitar a nossa posição geográfica privilegiada para que este evento se torne, nos próximos anos, um grande festival latino-americano de cinema”, explica Nilson Rodrigues, diretor do 1º Festival de Cinema de Campo Grande. Os filmes serão exibidos no CineCultura. São 20 curtas-metragens nacionais, cinco longas nacionais e oito longas estrangeiros. A programação completa do festival será apresentada à imprensa, críticos de arte, produtores culturais e profissionais ligados às artes visuais no dia 27 de dezembro. “Todos os filmes selecionados para o 1º Festival de Cinema de Campo Grande foram premiados em festivais que são referência para o cinema, como os de Brasília, Rio de Janeiro, Gramado, Miami, Berlim e Cannes, entre vários outros”, revela Nilson Rodrigues. O festival vai trazer ainda a possibilidade de o público se reunir com cineastas consagrados para discutir vários temas. Um dos debates terá como tema “O cinema em sua dimensão cultural e industrial”. Estarão em Campo Grande, entre outros, palestrantes como Sérgio Sanz, diretor do Departamento de Cinema do Ministério da Cultura, Orlando Sena, da Secretaria Nacional para o Desenvolvimento do Áudiovisual e Joel Pizinni cineasta sul-mato-grossense.O festival de cinema em Campo Grande vai premiar também dois curtas-metragens nacionais, selecionados por dois júris, um popular, formado pelas pessoas que assistirem aos filmes, e outro o júri oficial. Neste participam Fernando Camargo, representando a Caixa Econômica Federal, a jornalista Tereza Hilcar, o cineasta Cândido Alberto da Fonseca, o jornalista e crítico de arte Oscar Rocha e o escritor e cinéfilo Hermano Melo. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

SOLIDARIEDADE
Médicos de Dourados lançam campanha para doação insumos hospitalares
BRASIL
Isolamento impõe desafios a pais separados com guarda compartilhada
BOLETIM
MS tem mais dois casos confirmados de coronavírus
ELEIÇÕES
Cargo de Procurador-Geral de Justiça em MS será ocupado pela primeira vez por um promotor
CORONAVÍRUS
Higienização de cabines de caminhões continua nos postos da PRF em Dourados e na Capital
EM ASSUNÇÃO
Preso há um mês, Ronaldinho segue no Paraguai aguardando desfecho
DOURADOS
Universidade vai produzir álcool 70% para atender demanda do HU
MATO GROSSO DO SUL
Homem esfaqueado por sobrinho irritado com buzina recebe alta
FEMINICÍDIO
Assassinada pelo ex, vítima havia solicitado medida protetiva após ameaças
COVID-19
Detentos de MS confeccionam uniformes e máscaras para equipes de saúde

Mais Lidas

DOURADOS
Exame de jovem que morreu no HU testa negativo para coronavírus
COVID-19
Dourados tem mais um caso confirmado de coronavírus
DOURADOS
Jovem morre no HU e município pede agilidade no resultado do exame de coronavírus
CORONAVÍRUS
Dourados registra mais dois casos de Covid-19 e MS tem 60 confirmações