Menu
Busca domingo, 31 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Festcine exibe hoje 'O Homem que engarrafava nuvens'

27 janeiro 2010 - 17h45

O 7º Festival de Cinema de Campo Grande - Festcine Pantanal começa hoje (27) em Dourados às 19h30, com exibição aberta e gratuita do filme “O Homem que engarrafava nuvens”, de Lírio Ferreira, no Ponto de Cultura Todas as Idades, localizado no cine-auditório da Unidade 1 da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados).
O “Homem que Engarrafava garrafas” é um documentário que conta a vida e a obra do compositor, advogado, deputado federal e criador das leis de direitos autorais, Humberto Teixeira, também conhecido como o doutor do Baião, pela autoria de clássicos populares como Asa Branca.
O Festcine Pantanal ocorrerá ainda nas noites de quinta (28) e sexta-feira (29), também às 19h30, no cine-auditório da UFGD. Na quinta-feira será exibida a animação “A Princesa e o Violonista”, de Augusto Ramos Bozzeti, e os documentários “Povo Marcado”, de Luciana Lopez e Werinton Kermes, e “Bom dia, meu nome é Sheila ou como trabalhar em telemarketing e ganhar um vale-coxinha”, de Ângelo Defanti.
Já na sexta-feira, último dia do Festival em Dourados, serão exibidos quatro filmes curta-metragem: “Ernesto no País do Futebol”, de André Coelho Mendes; “Um Conto de Solidão”, de Esis Rafael Leal; “Para pedir perdão”, de Iberê Carvalho; e “Os filmes que não fiz”, de Gilberto Scarpa.
Essa mostra paralela do Festicine Pantanal em Dourados é organizada pelo Ponto de Cultura Todas as Idades – UFGD com apoio do Cineclube UFGD. O Festival é uma realização do Cine Cultura e da Fundação Biótica e tem o patrocínio do Ministério da Cultura.
Mais informações pelo telefone 3411-3612.

SINOPSES
Quarta-feira
“O homem que engarrafava nuvens”
A vida e a obra do compositor, advogado, deputado federal e criados das leis de direitos autorais, Humberto Teixeira, Também conhecido como “O Doutor do Baião” pela autoria de clássicos populares como Assa Branca.

Quinta-feira
“A princesa e o violinista”
É uma fábula sobre o surgimento da tristeza, pelos olhos de uma menina descobrimos uma bela história.

“Povo Marcado”
Povo Marcado é uma rádio produzida por detentas da cadeia pública de Votorantim/SP. O documentário mostra esse projeto e traz a certeza de que o encarcerado, além de pagar por um crime, necessita também de uma oportunidade.

“Bom dia, meu nome é Sheila ou como trabalhar em telemarketing e ganhar um vale coxinha”
Fagner vendia planos de saúde pelo telefone. O telemarketing é o setor da economia que mais cresce e contrata hoje no Brasil com cerca de 80.000 operadores. Alguns deles estão neste filme.

Sexta-feira
“Ernesto no país do futebol”
Em ano de Copa do Mundo, o que poderia ser pior para um garoto argentino do que morar no Brasil.

“Um conto de solidão”
Após encontrar mensagem em livro, rapaz vislumbra as memórias da vida de uma mulher cercada por beleza e solidão.

“Para pedir perdão”
Um homem atropela um táxi. Assim começa a busca alucinada de Pedro por Elisa em uma noite chuvosa de Carnaval.

“Os filmes que não fiz”
Mostra de forma divertida e cínica a filmografia de um realizador completamente desconhecido.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Mulher morre após acidente de trânsito causado por homem embriagado
PANDEMIA
Dourados registra mais 19 casos de coronavírus em 24 horas
BRASIL
Guedes e sua equipe avaliam programa de renda mínima
CAPITAL
Homem é morto após sair para urinar quando bebia com os amigos
TRÁFICO
PRF apreende mais de 500 kg de maconha em droga
SAÚDE
Dia Mundial sem Tabaco analisa relação do tabagismo com a covid-19
MÚSICA
Rita Lee cogita gravar o primeiro álbum de músicas inéditas em oito anos
DADOS
MS tem redução de 1.871 crimes no 1º quadrimestre de 2020
TRÁFICO
Polícia apreende carreta com mais de 3 toneladas de droga em galpão
PANDEMIA
Pan-Pacífico de natação é adiado de 2022 para 2026

Mais Lidas

DOURADOS
Protocolo é seguido e mulher vítima do coronavírus é enterrada sem despedida de familiares
PANDEMIA
Estado alerta que Dourados deve ser cidade com mais casos de Covid-19 na próxima semana
MAIORIA JOVENS
Vítima fatal da Covid-19 faz parte da faixa etária com mais casos da doença em Dourados
POLÍCIA
Homem encontrado morto sob a ponte do Calarge tinha 38 anos