Menu
Busca segunda, 08 de março de 2021
(67) 99257-3397

Famílias de vítimas da meningite comemoram chegada da vacina

18 agosto 2009 - 12h51

Familiares de crianças vítimas da meningite bacteriana comemoraram hoje a decisão do governo federal de produzir e oferecer, a partir do próximo ano, gratuitamente a vacina contra meningite bacteriana do tipo pneumocócica. Fernanda Soares da Silva, mãe do menino Linkon, de 2 anos, que morreu no ano passado em decorrência da doença se emocionou ao falar da decisão do Ministério da Saúde e lamentou que Mato Grosso do Sul não tenha implantado de forma pioneira a vacinação no Estado.

No ano passado, os deputados aprovaram projeto de lei, de autoria do deputado Pedro Kemp (PT), que garantia a distribuição gratuita da vacina contra a meningite na rede pública de saúde. Como forma de apoio à proposta, as famílias das crianças mortas por conta da doença recolheram mais de 20 mil assinaturas num abaixo-assinado. Fernanda Silva chegou a ocupar a tribuna da Assembleia Legislativa, pedindo a aprovação da iniciativa, que foi vetada pelo governo André Puccinelli.
 
“Fico muito feliz com essa notícia, mas também triste pela covardia do governo do Estado. É uma pena que um governador que é médico não dê prioridade a vida e a saúde de sua população. Ainda bem que nós temos um governo federal que pensa na vida, porque o nosso dá valor apenas ao asfalto e obras”, criticou.

O avô do Linkon, Joventino Cardoso de Andrade, bacharel em direito, também comemorou a decisão. “Fico muito feliz que nossa luta surtiu efeito e nós, de alguma forma, fomos atendidos direta ou indiretamente”, comentou. A prima do menino Wilker da Silva Marciano, de 2 anos, outra vítima da doença, Rosimeire Alves da Silva festejou a medida, lembrando que outras crianças poderão ser beneficiadas e muitas vidas salvas. “Nada vai trazer nosso neném de volta, mas estamos imensamente felizes que outras crianças poderão ter vida longa”, comemorou.

O autor do projeto de lei, deputado Pedro Kemp, ocupou a tribuna da Assembleia Legislativa para dizer que Mato Grosso do Sul perdeu a chance de ser pioneiro nesta iniciativa ao vetar a proposta e lembrou que o investimento em prevenção deve ser uma meta de todos os governos. “É muito mais vantajoso prevenir do que tratar. O governo federal vai reduzir, certamente, com essa decisão a mortalidade infantil”, comentou ao citar que 13,1 milhões de doses serão distribuídos por ano. “A estimativa é que com a incorporação dessa vacina seja evitada a morte de pelo menos dez mil crianças anualmente”, comemora.

O governo pretende disponibilizar a partir de 2010 o medicamento no calendário nacional de vacinação. O imunizante será fabricado no Laboratório Biomanguinhos da Fundação Oswaldo Cruz, que também irá pesquisar e desenvolver vacinas contra dengue, febre amarela inativa e a malária vivax.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Prefeitura prorroga contrato do transporte escolar rural
DOURADOS
Prefeitura prorroga contrato do transporte escolar rural
Homem sai para assistir jogo e tem casa furtada na Vila Toscana
DOURADOS 
Homem sai para assistir jogo e tem casa furtada na Vila Toscana
Agenda de ministro para inaugurar hospital tem protesto de trabalhadores e clima tenso
DOURADOS
Agenda de ministro para inaugurar hospital tem protesto de trabalhadores e clima tenso
FUNSAU
Aberta seleção para agente de farmácia, farmacêutico e médico plantonista
Maior rede de loja de tintas de MS chega a Dourados com a promoção "festa de prêmios"
INFORME PUBLICITÁRIO
Maior rede de loja de tintas de MS chega a Dourados com a promoção "festa de prêmios"
POLÍCIA
Homem tem residência alvejada por disparos de arma de fogo em Dourados
MEIO AMBIENTE
Paranaenses são presos e multados em R$ 13,5 mil por pesca predatória 
TELEVISÃO
'BBB21': Arthur, Caio, Carla Diaz e João Luiz formam paredão falso
INFORME PUBLICITÁRIO
Mahogany lança linha exclusiva para cabelos e tem preços especiais no mês da mulher
CAPITAL
Menino desaparecido foi obrigado por homem a pedir dinheiro na rua

Mais Lidas

PONTA PORÃ
Homem é assassinado na região de fronteira e autores deixam recado ao lado do corpo
CENTRO
Douradense é assaltado ao sair de casa para pedalar na madrugada
IMUNIZAÇÃO
Vacinação contra a Covid faz idosos 'amanhecerem' na fila em Dourados
DOURADOS 
Bebê de 9 meses espancado pela mãe é transferido para o HU