Menu
Busca quinta, 24 de junho de 2021
(67) 99257-3397

Família espera bombeiro para buscar criança em rio

08 abril 2006 - 16h07

Uma menina chamada Érica, de 11 anos de idade, desapareceu na manhã deste sábado quando se banhava nas águas do rio Lageado, em Rio Negro, cidade a 158 quilômetros de Campo Grande. De acordo com informações da Polícia Civil do município, o caso foi registrado por volta de 10 horas, quando a menina estava acompanhada da mãe e familiares e acabou desaparecendo em uma região em que haveria poços fundos no rio. A polícia espera a chegada do Corpo de Bombeiros de Coxim, que fica entre 90 e 100 quilômetros de distância de Rio Negro, para iniciarem as buscas. A Polícia Civil não tem informações mais detalhadas sob as circunstâncias em que a criança desapareceu porque a mãe da menina está em estado de choque. As informações são do site de notícias Campo Grande News.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FUTEBOL
Atlético-GO tira invencibilidade do Fluminense no Brasileiro
FUTEBOL
Empate mantém São Paulo e Cuiabá sem vencer no Campeonato Brasileiro
Brasil registra 2.392 mortes e 115.228 casos de Covid em 24 horas
CORONAVÍRUS
Brasil registra 2.392 mortes e 115.228 casos de Covid em 24 horas
DOURADOS
Prefeitura retoma pavimentação asfáltica no Jardim das Primaveras
BRASIL
Comissão discute fechamento de agências do Banco do Brasil no RN
FUTEBOL
Bragantino vence Palmeiras e assume ponta do Brasileiro
POLÍTICA
Senado aprova suspensão de despejo de imóveis alugados
IMUNIZAÇÃO
Covid-19: 40% da população adulta foi imunizada com a primeira dose
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Votação de projeto sobre terras indígenas pela CCJ divide opiniões no Plenário
ESPORTES
Já classificado, Brasil perde para Rússia na Liga das Nações de vôlei

Mais Lidas

DOURADOS
Marido de mulher executada em emboscada é encaminhado para prestar depoimento
EXECUÇÃO
Bilhete ajuda SIG a prender suspeita de atrair detetive e atirador é localizado no MT
CAMPO GRANDE
Homem é espancado e confundido com serial killer depois de ser abandonado em rodovia
DOURADOS
Relacionamento conturbado e bens patrimoniais teriam motivado execução de Zuleide