Menu
Busca sábado, 28 de março de 2020
(67) 9860-3221

Famasul diz que protesto de produtor será pacífico

05 fevereiro 2004 - 15h01

Apesar do juiz federal Odilon de Oliveira temer que a manifestação dos produtores rurais, sábado, em Japorã possa desencadear outro confronto na região, o diretor-financeiro da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), Aristóteles Ferreira Junior, garante que o protesto será pacífico. “Não há nenhuma chance de ser tornar um ato de confronto porque sequer vamos entrar na área de conflito”, justificou. A mobilização, segundo Ferreira, é contra a decisão acordada entre MPF (Ministério Público Federal), Funai (Fundação Nacional dos Índios) e os indígenas, para que o grupo abandone apenas 11 das 14 fazendas invadidas. Os fazendeiros defendem que seja efetivada a reintegração de posse de maneira integral.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Governo lançará linha de antecipação de pagamento a fornecedores
ESTADO
Teletrabalho mobiliza servidores da SAD para cumprimento de metas anuais
DOURADOS
Estado avisou sobre contato entre douradense e morador da Capital com Covid-19
COVID-19
Guarda Municipal faz mais de 400 atendimentos no toque de recolher, mas somente duas prisões
BRASIL
Laboratório descarta morte por coronavírus em Brasília
MS
Pico das notificações que testaram positivo para o novo coronavírus foi em 19 de março
COVID-19
Dourados confirma primeiro caso do novo coronavírus
ARQUITETURA & DESIGN
8 séries na Netflix para os apaixonados por arquitetura
BRASIL
BC poderá pedir justificativa se bancos negarem crédito
NEGÓCIOS & CIA
Coronavírus: 8 dicas para usar o marketing digital a favor da sua empresa

Mais Lidas

COVID-19
Saúde confirma coronavírus para mulher internada em Dourados e casos chegam a 28 em MS
PANDEMIA
Bebê de três meses é novo caso confirmado de coronavírus em MS
DOURADOS
Sindicato emite nota e diz que empregados foram obrigados a participar de ato
BATAYPORÃ
Paciente com suspeita de coronavírus é internada em estado grave em Dourados