Menu
Busca domingo, 09 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Fabricante de filmes fotográficos pode desaparecer

27 agosto 2004 - 20h22

Diante da explosão da fotografia digital, a fabricante britânica de filmes fotográficos em preto e branco Ilford, colocada nesta sexta-feira em liquidação judicial, está ameaçada de desaparecer, assim como a Kodak e Agfa, caso não consiga aproveitar a atual revolução tecnológica. A renomada Ilford, uma das favoritas dos fotógrafos profissionais e que fabrica filmes desde 1879, foi colocada em liquidação a pedido de seu proprietário, o fundo de investimentos britânico Doughty Hanson and Co, para que possa ser reorganizada. Para reduzir os prejuízos e atrair compradores, a empresa de auditoria Grant Thornton, responsável pela reestruturação da Ilford, anunciou hoje que a empresa irá suprimir 330 empregos em sua unidade de produção de Mobberley, no norte da Inglaterra, reduzindo o número de funcionários para 400. "Estas medidas são necessárias para conter os prejuízos da empresa e aumentar as chances de que ela seja adquirida por outro grupo", explicou a Grant Thornton. A Ilford desenvolveu anos atrás uma atividade rentável, ligada à fotografia digital: fabrica na Suíça tinta colorida e papel fotográfico usados pelos fotógrafos para imprimir as imagens digitais. Mas a atividade tradicional da empresa, a fabricação de filmes monocromáticos em Mobberley, registrou uma queda nas vendas de 26% no primeiro semestre. Os problemas da Ilford foram divulgados uma semana após a belga Agfa-Gevaert anunciar a venda de sua tradicional divisão de fabricação de filmes fotográficos. Antes da Ilford e Afga, a americana Kodak, que distribuía nos anos 70 dois terços dos filmes vendidos no mundo, rendeu-se às novas tecnologias. A reestruturação levou a empresa a demitir mais de 5 mil funcionários em todo o mundo. Ilford e Agfa são os últimos protagonistas históricos da fotografia tradicional e vítimas do sistema digital. As empresas tentam superar a crise causada pela revolução tecnológica, que provocou a explosão das vendas de máquinas digitais. Na França, por exemplo, o número de equipamentos vendidos cresceu 125% em 2003, somando 2,5 milhões de unidades.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Acusado de matar oficial de Justiça é preso fazendo churrasco
COXIM
Acusado de matar oficial de Justiça é preso fazendo churrasco
Juventude AG perde para Umuarama na estreia na Copa do Brasil
FUTSAL
Juventude AG perde para Umuarama na estreia na Copa do Brasil
Juiz considera ilegal obrigação de isolamento de viajantes do Brasil
INTERNACIONAL
Juiz considera ilegal obrigação de isolamento de viajantes do Brasil
Integrantes de quadrilha que clonam cartões são presos
POLÍCIA
Integrantes de quadrilha que clonam cartões são presos
INVESTIGAÇÃO
Mulher foge ao ser flagrada com cocaína em Dourados
PANDEMIA
Com mais duas mortes, Dourados chega a 445 óbitos por coronavírus
DOURADOS
Casal é preso após ser flagrado com drogas para interno
IVINHEMA
Após disparo, jovem é encontrado com ferimento na cabeça e morre no hospital
POLÍTICA
Bolsonaro faz passeio de moto em homenagem ao Dia das Mães
POLÍCIA
Homem é assaltado enquanto dormia em caminhão

Mais Lidas

DOURADOS
Adolescentes flagrados em festa 'entregam' distribuidora que vendeu bebidas alcoólicas
BR-163
Colisão entre viatura e carreta termina com policial ferido
ACIDENTE
PRF diz que policial saiu andando de viatura após colisão com carreta
BR-163
Viatura da PRF estava com apenas um ocupante quando colidiu contra carreta