Menu
Busca sexta, 05 de março de 2021
(67) 99257-3397

Fabiano volta ao Santos hoje contra o Inter no Sul

27 setembro 2003 - 09h47

A volta do meia Fabiano contra o Internacional, neste sábado, às 15 horas, em Porto Alegre, representa um alento para o Santos, abatido após a derrota por 3 a 0 para o Cruzeiro e o empate por 1 a 1 diante do Juventude, na Vila Belmiro. Os resultados negativos permitiram aos mineiros ampliar para cinco pontos a vantagem sobre os santistas, que continuarão em segundo lugar mesmo se vencerem no Sul e os rivais perderem para o Vitória, domingo, no Mineirão. Expulso contra o Cruzeiro, dirigido pelo sogro Wanderley Luxemburgo, Fabiano cumpriu suspensão contra o Juventude e, para suprir a lacuna deixada por Elano, suspenso, retornará à equipe na tentativa de repetir o papel de algoz de seu ex-clube. Fabiano chegou ao Santos em janeiro, depois de uma passagem pelo Inter, no qual atuou em 2002 emprestado pelo São Paulo. Em 2003, nas duas vezes em que o Santos enfrentou os gaúchos, o meia balançou a rede. No primeiro turno do Brasileiro, na Vila Belmiro, abriu o placar na vitória por 2 a 1. Na estréia das equipes na Copa Sul-Americana, também na Vila, impediu a vitória do rival ao anotar o gol do empate (1 a 1) a 13 minutos do final. "Não me considero um carrasco, mas contra o Inter as coisas têm acontecido de maneira positiva. Espero que a sorte continue do meu lado", declarou Fabiano. Neste sábado, porém, o meia santista terá um desafio maior. O Santos, desde 2000, não consegue vencer o rival no estádio Beira-Rio. Nas edições de 2001 e 2002 do Brasileiro, foram duas derrotas, ambas por 3 a 0. Em 2000, os dois times empataram por 1 a 1. "Para nós, é um jogo importantíssimo, de seis pontos, fora de casa. É um adversário que cresce no seu estádio, mas equipe que quer ser campeã tem de jogar de igual para igual em casa ou fora dela", afirmou o jogador. A tarefa, no entanto, será dificultada não só pelo rival, sexto colocado com 50 pontos, mas pelo próprio estado de espírito dos jogadores santistas após as duas últimas rodadas do Brasileiro. Contra o Juventude, quando o Santos perdia por 1 a 0, o goleiro Fábio Costa se virou para o placar eletrônico da Vila e fez um gesto de decepção após o anúncio pelo sistema de som do gol que acabou dando ao Cruzeiro a vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians. "Ninguém contava com esse empate [contra o Juventude]. Foi muito ruim para a gente. Em dois jogos, disputamos seis pontos e ganhamos só um. Time que quer ser campeão não pode continuar assim", lamentou o zagueiro Alex, que viajou para Porto Alegre, mas está ameaçado de não jogar em razão de dores lombares. O meia e ídolo Diego, acusado de agredir dois adolescentes em um shopping, também viajou, mas nas mesmas condições de Alex. Ele se recupera de lesão muscular que o mantém fora da equipe há duas rodadas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Jovem morre ao ser atingido por raio quando trabalhava em fazenda
PARAÍSO DAS ÁGUAS
Jovem morre ao ser atingido por raio quando trabalhava em fazenda
POLÍTICA
Secretário da prefeitura de Dourados vai à Brasília destravar projetos e obras
TRÊS LAGOAS
Vizinhos ouvem tiro, denunciam e mulher é encontrada ferida em residência
FUTEBOL
STJD indefere pedido do Vasco para anulação de jogo com o Inter
PMA realiza campanha educativa sobre atropelamentos de animais silvestres 
CORUMBÁ
PMA realiza campanha educativa sobre atropelamentos de animais silvestres 
JUSTIÇA
Weintraub é condenado por dizer que universidades cultivam maconha
PARAGUAI
Polícia acha explosivos e descobre 'tentativa de fuga em massa' de presídio
EDUCAÇÃO
Lista de espera do Prouni está disponível para consulta
TRÁFICO
Traficantes de cocaína construíam carretas para levar drogas para São Paulo
ÁPICE DA TRAGÉDIA
'Chega de mimimi. Vão ficar chorando até quando?', diz Bolsonaro

Mais Lidas

DOURADOS 
Vídeo mostra momento da colisão entre veículos em Dourados
NOVA DOURADOS
Colisão entre veículos deixa pessoa gravemente ferida em Dourados
PANDEMIA 
Secretário alerta para nova variante do coronavírus na região da Grande Dourados
TRAGÉDIA
Douradense que morreu em acidente no interior de SP tinha 58 anos