Menu
Busca sábado, 08 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Extrema-direita avança na Alemanha

19 setembro 2004 - 18h50

Os grandes partidos perderam terreno nas eleições regionais dos Estados de Saxônia e Brandeburgo, apesar de a União Democrata-Cristã (CDU) ganhar no primeiro e o Partido Social Democrata (SPD) foi o mais votado no segundo. A extrema-direita obteve bons resultados em ambos. Os dois partidos de extrema-direita que se apresentaram às eleições celebradas hoje em dois estados federados da Alemanha do Leste, o Partido Nacional Democrático (NPD) e a União Popular Alemã (DVU), alcançaram respectivamente 9% de votos nam Saxônia e 6% em Brandeburgo, segundo as pesquisas da televisão pública.Isto significa que ambos entraram nos parlamentos regionais dos dois estados federados do leste. O DVU repete legislatura, pois já nas eleições de 1999 obteve cinco cadeiras, e se converte no primeiro partido de extrema-direita que é reeleito em uma eleição regional.Por outro lado, segundo o perfil feito pela segunda rede de televisão pública alemã ZDF, o eleitor médio do NPD, um partido que o governo e o Parlamento federais tentaram sem êxito de proibir, é uma pessoa com menos de 30 anos que vive predominantemente no meio rural. Os verdes, nem os liberais do FDP, os dois menores partidos parlamentares em nível federal, não entrariam no legislativo de Brandeburgo e só o FDP tem possibilidade de chegar ao da Saxônia, segundo os resultados que antecipam as televisões públicas alemãs. Na Saxônia, o CDU perdeu sua maioria absoluta, ao obter 43,2% de votos segundo a primeira rede de televisão ARD, enquanto nesse estadp o SPD ficou atrás do então-comunista Partido do Socialismo Democrático, (PDS), o segundo partido mais votado. Esse partido teria obtido 22,6% da apuração, enquanto que os social-democratas não conseguiram recuperar-se, com 9,6% dos votos, da catástrofe eleitoral de 1999. Outra novidade na Saxônia é o retorno ao legislativo dos liberais do FDP, com 5,8% dos votos, apenas 0,8% acima do mínimo necessário.Isto deveria ter como conseqüência que a CDU forme coalizão com o FDP. Em Brandeburgo, o SPD quase ficou empatado com o então-comunista Partido do Socialismo Democrático, (PDS) já que o primeiro tem 32,5% e o segundo 28,5%. O CDU fica no 19,5% e não é certo que volte a fazer parte do governo regional, no qual foi até agora sócio minoritário, já que o SPD se reserva a opção de uma aliança com o PDS.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Pauta do Plenário tem três MPs, Loteria da Saúde e proibição de reajuste de medicamentos
POLÍTICA
Pauta do Plenário tem três MPs, Loteria da Saúde e proibição de reajuste de medicamentos
Pesquisa mostra aprofundamento de desigualdades na infância
SAÚDE
Pesquisa mostra aprofundamento de desigualdades na infância
GERAL
Explosão de gás destrói restaurante em Belém
Ministério da Saúde anuncia distribuição de doses para próxima segunda
ASTRAZENECA
Ministério da Saúde anuncia distribuição de doses para próxima segunda
Secretaria da Mulher debate situação das domésticas na pandemia
POLÍTICA
Secretaria da Mulher debate situação das domésticas na pandemia
DOURADOS
Polícia apreende drogas que seriam entregues à detento da PED
GERAL
Estágio de 20 toneladas de foguete chinês cairá na Terra até amanhã
POLÍCIA
PM prende pai e filho em Cassilândia
OPERAÇÃO PROLEPSE
Após denúncias de vizinhos, homem é autuado por incêndio em terreno
PANDEMIA
Comissão promove debate sobre falta de leitos para Covid-19

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher presa com armas, drogas e veículos mantinha relacionamento com interno da PED
JÓQUEI CLUBE
Jovem é presa em Dourados com armamento de uso restrito, drogas e veículo clonado
DOURADOS
Carga de tijolos cai de caminhão em rotatória na Coronel Ponciano; veja vídeo
BR-163
Colisão entre viatura e carreta termina com policial ferido