Menu
Busca terça, 02 de março de 2021
(67) 99257-3397

Explosão de hotel em Bagdá mata ao menos 27 pessoas

17 março 2004 - 15h23

Pelo menos 27 pessoas morreram e mais de 40 ficaram feridas quando uma enorme explosão destruiu um hotel no centro de Bagdá e atingiu várias casas próximas por volta das 20h (horário local) desta quarta-feira. Todos os indícios apontam para um atentado, a três dias de o início da guerra ao Iraque completar um ano. Muitas pessoas estão presas sob escombros em chamas. Segundo fontes da CNN, fontes militares americanas acreditam que um carro-bomba, conduzido por um terrorista suicida, tenha explodido em frente ao hotel Monte Líbano, onde costumam se hospedar iraquianos e árabes. Policiais iraquianos que dirigiram-se para o local chegaram à mesma conclusão. Ainda não se descartou, porém, a possibilidade de a destruição ter sido causada por outro tipo de ação. O vice-ministro do Interior, Ahmed Kadhim, que está na área, disse que há grande probabilidade de um morteiro ter destruído o hotel. O hotel não tinha segurança ao redor. Segundo a CNN, apesar de este não ser o costume, pode haver estrangeiros entre os hóspedes mortos - pessoas que trabalhavam para empresas contratadas para tarefas de reconstrução. Um grande incêndio seguiu-se ao estrondo, sentido por volta das 20 horas. Muitos também carros pegaram fogo. Uma cratera de sete metros de diâmetro e três de profundidade abriu-se na rua. Segundo Kadhim, há muitas pessoas presas sob os escombros que estão pegando fogo. - Ouvi a explosão e corri para a rua. Vi muita, muita gente morta. Havia crianças mortas - relatou Raad Abdul Karim, de 30 anos, que descreveu a vizinhança como uma mistura de xiitas, sunitas e curdos. - São famílias comuns. Não sei por que isso aconteceu. A explosão ocorreu bem perto da Praça Firdaus, onde ficava a estátua de Saddam Hussein, destruída pelos iraquianos com ajuda das tropas dos EUA em um dos momentos mais simbólicos do conflito. O prédio também fica próximo dos hotéis Sheraton e Palestina, onde muitos estrangeiros que estão trabalhando para empresas contratadas pelos EUA e órgãos de imprensa se hospedam. Hotéis onde se hospedam civis ocidentais têm sido alvo freqüente de ataques da resistência iraquiana.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Acusado de matar homem com tiro na cabeça diz que sofria ameaças
JUDICIÁRIO
Supremo garante porte de arma para as guardas municipais
COSTA RICA
Homem assedia adolescente de 16 anos, apalpa seio dela e acaba preso
TCE/MS
Ex-prefeito é inocentado por nomeação, mas multado por atraso de documento
Casal pede ajuda para adquirir medicamento para tratamento do filho
DETRAN
Proprietários de veículos agora devem atualizar endereços pela internet
Brasileira cria polêmica ao proibir empregados paraguaios de falar guarani
ITINERANTE
Carreta da Justiça leva serviços à população da comarca de Jaraguari
POLÍTICA
Prefeitura diz que errou e não confirma vereador Marcelo Mourão como vice-lider
UFGD
Concurso Docente da convoca para prova didática e heteroidentificação

Mais Lidas

ACIDENTE
Veículo pega fogo ao colidir em coqueiro entre Dourados e Itaporã
PRÓXIMO AO TRANSBORDO
Nova 'cracolândia': comerciantes relatam medo e ameaças no centro de Dourados
DOURADOS
Jovem colide moto e embriagado tenta fugir do hospital, mas é detido
DOURADOS 
Preso após agredir esposa, homem é investigado por engravidar a própria filha adolescente