Menu
Busca sexta, 07 de agosto de 2020
(67) 99659-5905
INTERNACIONAL

Exército do Irã diz duvidar que Trump tenha coragem de executar ameaças

05 janeiro 2020 - 07h35Por G1

O Exército do Irã respondeu neste domingo (5) as recentes ameaças feitas pelo presidente dos EUA, Donald Trump, contra o país afirmando que 'duvida' que o americano tenha coragem de executar seus planos. Em uma série de posts, Trump afirmou que os EUA têm 52 alvos para lançar ataques caso o Irã busque vingança pela morte do general Qassem Soleimani.

"Dizem esse tipo de coisa para desviar a atenção da opinião pública mundial de seus atos odiosos e injustificáveis, mas duvido que tenham coragem", completou.

O ministro das Comunicações e Tecnologia da Informação do Irã, Mohammad Javad Azari-Jahromi, também criticou Trump. Pelo Twitter, ele chamou o presidente norte-americano de 'terrorista de terno'.


Neste domingo (5), o Irã convocou, pela terceira vez nos últimos cinco dias, o representante suíço dos interesses americanos em Teerã para responder à ameaça de Trump de que Washington teria alvos iranianos na mira se o Irã atacasse americanos. 

AMEAÇAS DE TRUMP

O presidente norte-americano Donald Trump disse na noite deste sábado (4) no Twitter que tem na mira 52 alvos no Irã, "alguns deles de alto nível e de grande importância" para o país, e que não hesitará em atacá-los caso os iranianos atinjam algum americano em vingança pela morte do general Qassem Soleimani.

Na postagem, o presidente norte-americano classificou como audaciosas as ameaças feitas pelo Irã de vingar a morte de Soleimani e classificou o general como "líder terrorista". Ele comandava uma unidade especial da Guarda Revolucionária do Irã e era considerado a segunda pessoa mais importante do país.

Trump acusou o militar de há pouco matar um americano e de ferir muitos outros, "sem mencionar todas as pessoas que ele matou durante sua vida, incluindo recentemente centenas de manifestantes iranianos".

Em outro post, Trump enalteceu o poderio militar e o investimento de US$ 2 trilhões do país em equipamentos no setor e reafirmou que não hesitará em usá-los contra o Irã caso uma base ou qualquer americano seja atacado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UEMS
Mestrado em Ensino em Saúde abre inscrições a aluno especial e vinculado
POLÍCIA
‘Vou te matar na frente do seu filho’: Homem suspeita de traição e ameaça cunhado
JUDICIÁRIO
PGR recorre da decisão de Fachin que derrubou acesso a dados da Lava Jato
CAMPO GRANDE
Namorados que morreram em acidente trocavam juras de amor pela internet
INTERNACIONAL
Avião se parte em dois durante pouso na Índia e deixa 17 mortos
CAPITAL
Fogo se alastra para terrenos vizinhos depois de queimar 80 carros
EaD/UEMS
Inscrições para seleção de professores para graduação vão até 21 de agosto
COXIM
Caminhão tomba, uma pessoa morre e outra é socorrida em estado grave
Casa da Acolhida serve café da manhã em comemoração ao Dia dos Pais
TRÊS LAGOAS
Polícia encontra corpo de mulher enterrado em quintal e prende suspeitos

Mais Lidas

PANDEMIA
Dourados registra mais três óbitos por coronavírus; um deles é de outro município
DOURADOS
Guardas capturam foragido da justiça próximo a residenciais de luxo
INVESTIGAÇÕES
Polícia desarticula quadrilha responsável por furtos e tentativa de homicídio em Dourados
TRÁFICO DE DROGAS
Polícia prende dupla que contratou guincho para carregar veículo com drogas