Menu
Busca quarta, 21 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Executivo da Parmalat se suicida na Itália após escândalo

23 janeiro 2004 - 17h42

O ex-funcionário da Parmalat Itália Alessandro Bassi cometeu suicídio nesta sexta-feira, jogando-se de uma ponte na estrada Lucignana, na periferia da cidade de Parma, onde funcionava a sede do conglomerado.Bassi, de 32 anos, era colaborador de Fausto Tonna, ex-diretor financeiro da empresa, que atualmente está fornecendo muitas informações aos investigadores na tentativa de explicar o rombo de mais de 10 bilhões de euros (R$ 35,7 bilhões) que levou à quebra da holding.O ex-funcionário do grupo italiano, casado, pai de dois filhos, não estava sob investigação judicial. E não deixou nenhuma mensagem que explicasse o gesto.Um dos juízes responsáveis pelas investigações da crise da Parmalat, Francesco Greco, disse à BBC Brasil que quer ajuda da Justiça brasileira para esclarecer o caso. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia encontra cocaína em chaleiras que iriam para a Espanha
PARAGUAI
Polícia encontra cocaína em chaleiras que iriam para a Espanha
ESTADOS UNIDOS
Júri declara ex-policial Derek Chauvin culpado pela morte de George Floyd
Casal é preso enquanto aplicava golpe em seguradora da fronteira
Nelsinho Trad fará requerimento para profissionais de transporte de pessoas
POLÍTICA
Nelsinho Trad fará requerimento para profissionais de transporte de pessoas
DOURADOS
Motociclista morre no HV 18 dias após sofrer acidente no centro
UFGD
Prazo para inscrever projetos de Iniciação Científica termina na próxima semana
MEIO AMBIENTE
PMA de Dourados captura família de gambá no Jardim Água Boa
CÂMARA
Deputados aprovam urgência de projeto para privatizar os Correios
Transportando 26 cavalos ilegalmente, idoso é preso com dólares e reais
REGIÃO
Presidente da Assomasul destaca emenda que cria o ICMS Educacional 

Mais Lidas

DOURADOS/ITAPORÃ
Produtor rural morto em acidente na MS-156 voltava de aniversário em pesqueiro
DOURADOS
Perícia não encontra sinais de violência e morte de mulher pode ter sido por causas naturais
DOURADOS
Mãe de menor que organizou festa clandestina com mais de 40 pessoas é presa
TIRADENTES
Comércio, vacinação e bancos; veja o que funciona no feriado em Dourados