Menu
Busca quarta, 15 de julho de 2020
(67) 99659-5905

Ex-prefeito se acorrenta no Palácio do Planalto

05 fevereiro 2004 - 16h42

O ex-prefeito da cidade paulista de Diadema Gilson Menezes ficou acorrentado no térreo do Palácio do Planalto por 30 minutos hoje. Ele reivindicou o pagamento de uma indenização determinada pela Comissão de Anistia do Ministério da Justiça, que, segundo ele, não foi paga. Menezes foi prefeito de Diadema em 1982. Ele é ex-metalúrgico e foi eleito duas vezes deputado estadual por São Paulo. Conforme a Globonews, o ministro do Planejamento, Guido Mantega, afirmou que Menezes não vai furar a fila das indenizações somente por ser amigo de Lula. "Ele não terá privilégios. Isso que determinou o presidente. Que as regras sejam mantidas." Menezes passou com as correntes pelo detector de metais do palácio sem ser notado.    

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO
Projeto de Marçal amplia regras para centros de acolhimento a idosos
ECONOMIA
Ministério mantém projeção de queda do PIB em 4,7% neste ano
OPERAÇÃO CONTÁGIO
Délia afasta procurador, servidores e secretários investigados pelo MPE
DOURADOS
Mesmo com pouca chuva, CCZ intensifica trabalho contra a dengue
SAÚDE & BEM - ESTAR
Pedra na vesícula: cálculos que causam dor na região abdominal
REGIÃO
Caminhonete com placas de Minas Gerais é recuperada por policiais em MS
CONTRABANDO
Carga com 150 mil maços de cigarros é apreendida no Sul de MS
ASSEMBLEIA LEGISLATIVA
Aprovado estado de calamidade pública em mais três municípios
TV DOURADOS NEWS
3º BPM de Dourados faz balanço das ações de 45 dias de atuação
PANDEMIA
Em MS, mais de 300 pacientes estão internados devido ao coronavírus

Mais Lidas

DOURADOS
Atirador chegou em igreja na hora da comunhão e entrou dizendo ter feito bobagem
BARBÁRIE
Vizinhos relatam frieza de atirador que ainda voltou para conferir se ex estava morta
CRIME BÁRBARO
Atirador que matou ex-mulher e feriu crianças fez outras vítimas antes de se suicidar
DOURADOS
Polícia vai à casa onde atirador começou noite sangrenta e identifica testemunhas