Menu
Busca segunda, 25 de maio de 2020
(67) 99659-5905

Ex-médico é condenado a 18 anos por morte após lipoaspiração

11 dezembro 2009 - 12h17

Um ex-médico foi condenado, na madrugada desta sexta-feira (11), a 18 anos de prisão pela morte de uma jovem, depois de uma lipoaspiração. O julgamento foi em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo.

A jovem Elen Burati morreu de insuficiência renal em julho de 2002 depois de fazer uma lipoaspiração na clínica do então médico Vanderson Bulamah. O laudo do Instituto Médico-Legal (IML) apontou perda de sangue excessivo durante a cirurgia que evoluiu para uma anemia profunda. O suspeito teve o registro de médico cassado.

A defesa informou que vai entrar com pedido de habeas corpus. A defesa alega que o julgamento deve ser anulado por falta de provas

Deixe seu Comentário

Leia Também

ABACAXI ATÔMICO
Apreensão de maconha em carga de frutas terminou com cinco presos
CONSUMO
Dia dos Namorados deve movimentar quase R$ 11 milhões em Dourados
BRASIL
Bolsonaro sanciona parcialmente lei que cria a Nova Embratur
PANDEMIA
Número de pacientes internados por coronavírus em Dourados sobe 50% em 24h
MATO GROSSO DO SUL
Jogos da Melhor Idade, Paralimpíadas Escolares e coletivas dos Jogos Escolares são canceladas
LUTO
Ex-técnico da seleção feminina, Vadão morre vítima de câncer
CONTRABANDO
Carga com 35 Xiaomi's é apreendida na região Norte de MS
PANDEMIA
Incidência de casos de coronavírus em Dourados é quase o triplo da Capital
20H ÀS 5H
Novo toque de recolher só modifica horário e exceções são mantidas
DOURADOS
Sanesul executa desativação da antiga rede de água

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Homem morre atropelado por rolo compactador
PANDEMIA
Dourados ultrapassa marca de 100 casos confirmados de coronavírus
MARACAJU
Homem morre após tentativa de fuga e troca de tiros com a polícia
MS-145
Motorista disse não ter visto momento que atropelou e matou ciclista