sábado, 15 de junho de 2024
Dourados
20ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Ex-comandante da PM de Coxim é condenado por corrupção

27 outubro 2004 - 12h04

O ex-comandante da Polícia Militar de Coxim, o major João Urbano Dominoni Júnior foi condenado pela Justiça Militar do Estado sob acusação de corrupção passiva. Ele foi denunciado por extorquir R$ 600 da família do artista plástico Henrique Spengler, assassinado em Coxim, em março de 2003.Dominoni foi condenado a dois anos e oito meses de prisão em regime fechado. O julgamento, que terminou nesta manhã, foi feito por um conselho especial presidido pelo coronel Geraldo Garcia Orti, diretor do Departamento de Operações de Fronteira (DOF).O ex-comandante recebeu o dinheiro da família do artista plástico, que foi depositado em sua conta corrente, para remover um preso do Estado de Santa Catarina para o Mato Grosso do Sul. No entanto, segundo o MP, a escolta de presos é inerente às atividades policiais e custeada pelo Estado, não podendo ser cobrada. Além de receber ilegalmente os valores, o oficial não realizou a remoção, que foi feita oficialmente, dentro da lei, pelo Grupo Armado de Repressão a Assaltos e Seqüestros (Garras).Crime de Tortura - Dominoni já cumpre pena no Presídio Militar junto com outros seis policiais militares do 5º Batalhão da Polícia Militar de Coxim, acusados pelo crime de tortura, cometido no ano de 2003.Pelo crime de tortura, o major João Urbano Dominoni Júnior, foi condenado a três anos e seis meses de prisão. Os soldados Adauto Tenório dos Santos, Almir Rogério Silva de Oliveira, Rogério da Silva de Oliveira e Tsuyoshi Sonohata foram condenados a dois anos e quatro meses. O soldado Gerson Ferreira cumpre uma pena de três anos e dois meses. Eles teriam praticado tortura contra três rapazes que estariam consumindo maconha, os quais, ao avistarem os policiais, engoliram a substância entorpecente.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÊS LAGOAS

Idosa cai em golpe e faz empréstimo de R$ 8 mil para quitar dívida

Governo de MS realiza obra que soluciona enchente em Batayporã
POLÍTICA

Governo de MS realiza obra que soluciona enchente em Batayporã

Homem é preso após deixar esposa com tiro na cabeça em posto
REGIÃO 

Homem é preso após deixar esposa com tiro na cabeça em posto

EDUCAÇÃO

MEC aceita revogar portaria se professores de federais acabarem greve

Treinamento de combate ao fogo qualifica novos soldados dos Bombeiros

Treinamento de combate ao fogo qualifica novos soldados dos Bombeiros

GERAL

CNBB pede aprovação de projeto que equipara aborto a homicídio

AMEAÇA

Jovem é indiciada após acusar ex-chefe de importunação sexual

DONATIVOS

MPT destinou mais de R$ 47 milhões em recursos ao povo gaúcho

PARAGUAI

Agente fica ferido e Senad apreende aviões do tráfico na fronteira

INTERNACIONAL

Lula se encontra com Papa Francisco na Itália, onde participa do G7

Mais Lidas

DECISÃO

Mesmo sem duplicação de pontos críticos, pedágios da BR-163 aumentam a partir desta sexta-feira

LUTO

Policial civil sofre infarto no trabalho e morre em hospital de Dourados

NEGÓCIOS E CIA

Veja quem recebe o PIS/Pasep na próxima semana

HOMICÍDIO 

Douradense é encontrado morto com mãos e pés amarrados no interior do MT